Capa / Alta Floresta / TIRO E QUEDA 17.10

TIRO E QUEDA 17.10

“Vô batê pa tú” uma real. Alguma coisa não está legal!”

Trabalhador sai de casa em busca do sustento, do pão de cada dia, do soldo para realizar os sonhos dele, de seus filhos, de sua família, de quem espera pela sua chegada para um abraço, de quem espera a sua chegada com sorrisos, com alegrias, com aquela sensação de dever cumprido que todo aquele que trabalha tem sempre que chega em casa.

Só que não!

Alguma coisa não pode estar certo.

Mais um trabalhador morreu enquanto laborava em um frigorífico de Alta Floresta, desta vez o JBS. E como ilustra a nossa capa de Hoje, “Já não Basta a Saúde debilitada do trabalhador?”, tem que morrer gente? Ou melhor, tem que continuar morrendo gente?

A reportagem do O Diário tentou falar com alguém da empresa, mas só podem se pronunciar diretores habilitados, ou preparados para tal, estes diretores não moram aqui, são de fora, provavelmente de outra unidade federativa, com certeza não conhecem o José Alan que morreu ontem, que a partir de hoje, para a empresa, para as autoridades, para quem deveria olhar mais carinhosamente pelo trabalhador, será conhecido apenas como um número, e não será nenhum dos “01”, “02” e “03” famosos do momento. A casa numeral vai além, já são dezenas de trabalhadores mortos apenas neste ano (somando-se todos os acidentes, em várias empresas, claro).

Já a empresa envolvida ontem, há um sem número de ações pela falta de segurança no trabalho, há outras mortes também, há condenações e, ainda que uma ou outra ação de segurança da empresa seja desenvolvida de vez em quando, estas ações parecem não surtir efeito. O meu medo, enquanto cidadão é que, não necessariamente a JBS, mas todas as que tiveram algum problema, estejam esperando uma anistia ou coisa parecida, afinal, tratar trabalhador como estatística, não choca ninguém mais.

Triste será para os familiares, independente de eles morarem em outros estados independente da quantidade de pessoas. Se uma mãe e um pai chorarem a morte de seus filhos já terá sido motivo para uma intervenção das autoridades para que estas mortes parem de ocorrer, que se aumente a segurança nos locais de trabalho, que se aumente a proteção, enfim, que se faça alguma coisa.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top