Capa / Alta Floresta / Ajuda da população tem colaborado com pessoas que estão em tratamento na ‘Comunidade Terapêutica Inovar’, em Alta Floresta

Ajuda da população tem colaborado com pessoas que estão em tratamento na ‘Comunidade Terapêutica Inovar’, em Alta Floresta

Bruno Felipe / Da Reportagem

Montada para atender pessoas em situação de rua e dependentes químicos, a Comunidade Terapêutica ‘Inovar, Restaurando Vidas’, localizada na rua T-10, no bairro Bom Jesus, atualmente está atendendo cerca de 18 pessoas. O idealizador do projeto, Francis Lopes, disse em entrevista para a reportagem do Jornal O Diário que desde a inicialização do projeto muitos moradores estão colaborando e ajudando com a casa, fazendo doações de camas, colchões e alimentação. A reportagem do Jornal O Diário publicou uma matéria no início da construção do projeto e após a publicação, Francis disse que recebeu doações até mesmo da Prefeitura de Paranaíta.

Atualmente ele está organizando uma proposta para levar até a Prefeitura de Alta Floresta para que o executivo possa alavancar recursos e ajudar com a casa terapêutica, bem como com os internos que hoje fazem o tratamento na casa. Francis disse que as despesas do mês de dezembro do ano passado foram custeadas com a ajuda do Cras de Alta Floresta, onde os servidores conseguiram fazer a venda de pizzas e o recurso foi revertido para a casa.

Durante os primeiros meses os alunos puderam ajudar na plantação de milhos e no princípio de uma horta. Francis ressaltou que o trabalho com os internos vem dando resultado positivo, onde é perceptível a mudança de comportamento de todos eles. Atualmente eles estão construindo dois banheiros do lado de fora da casa para atender com melhor comodidade a todos que passarem por ali. “Graças a Deus os alunos estão contribuindo e indo bem com o seu tratamento”, disse Francis em entrevista ao Jornal O Diário.

Francis lembra que já passou pela mesma situação de abandono e vício em drogas no passado, mas sua vida mudou ao encontrar uma comunidade terapêutica na cidade onde morava. Atualmente a casa se mantem com as doações e também com a venda de doces e sacolas personalizadas que são vendidas pelos monitores da casa. Além disso, ele pede a colaboração da população para que ajudem com a doação de alimentos como carne e também um freezer para condicionar os alimentos. O tratamento com cada interno dura 9 meses e durante este período é ensinado as doutrinas que Francis aprendeu na comunidade onde viveu, sendo que todo o tratamento é feito de forma espiritual sem nenhum tipo de medicamento. O projeto é voluntário e não há nenhum custo aos internos.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top