segunda-feira , agosto 20 2018
              
Últimas Notícias
Capa / Tiro e Queda com Altair Nery / TIRO E QUEDA – 07.08.2018

TIRO E QUEDA – 07.08.2018

Quando eu digo que os caciques políticos do Estado de Mato Grosso não respeitam Alta Floresta, algumas pessoas dizem que é implicância minha. Os acontecimentos do final de semana nas convenções partidárias mostram que eu tenho ao menos um pouco de razão.

Como todos sabem, no final de semana foram realizadas as convenções partidárias, na capital do estado, em que foram escolhidos os nomes dos candidatos a governador, senadores, deputados federais e estaduais.

E os caciques políticos já nos fizeram um “favor”, deixaram Alta Floresta sem nenhum candidato a deputado federal. Até sexta-feira tínhamos dois, Paulo Pelo Melo PRP, que virou segundo suplente de Senado e Evandro Navarro pelo Podemos, que não poderá mais ser candidato a federal porque um dos caciques do partido, o senador, digo, O EX-SENADOR José Medeiros decidiu que a vaga para disputar a Câmara Federal é dele e o boi não lambe, e não lambeu mesmo.

Ou seja, por decisão deles (os caciques), ficamos sem candidato a federal.

E por decisão deles, corremos o risco de não ter sequer um Estadual eleito e sabem porque? Porque eles, os caciques, que não respeitam Alta Floresta, decidiram que teremos “um montão” de candidatos a estadual. Romoaldo Junior, que já é deputado concorrerá a reeleição pelo MDB, Edinho Paiva (PR) e Rose Tradição (PSL), que já estavam em pré-campanha, também tiveram as vagas garantidas. Aí surgiram outros dois nomes, um deles sequer era cogitado. Evandro Navarro (Podemos) nunca disse que seria candidato a Estadual, agora é. Maria Izaura, ex-prefeita, sequer se mexeu para dizer que era pré candidata, mas vai disputar pelo PPS, seu novo partido, agora como moradora de Carlinda.

Somados aos candidatos que vem pra cá e “juram amor eterno”, que “são altaflorestenses” e essas coisas, teremos um inchaço de candidatos a estadual e com o risco de não eleger ninguém, isto porque, se o candidato (a) sequer era candidato (a), o que ele quer com uma candidatura?

Está difícil para nós que moramos em Alta Floresta.

Em tempos, houve mais gente que sonhou em se candidatar e acordou sem saber qual a placa do carro que atropelou e isso nos revela duas possibilidades, uma delas é que a pessoa é/estava despreparada, mas olhando por outro lado, a pessoa, assim como o ex-candidato a federal (agora a estadual), acabou sendo engolido pelo sistema que privilegia quem está no poder, eles não querem o novo, mas sim perpetuar. E assim vão procriando os políticos.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top