Últimas Notícias

TIRO E QUEDA 30.04

TIRO 01

Mais uma vez, de parabéns a equipe de organizadores do Leilão Pro Vida em prol ao Hospital de Câncer de Barretos – SP. Ontem, com um evento prestigiadíssimo,  o altaflorestense (e muitas pessoas da região) mostrou a importância dada a esse evento que neste ano entrou para a sua 15ª edição. Até o fechamento desta edição ainda não havia saído o valor arrecadado, o que deve ocorrer ainda nesta semana e a expectativa é de mais um recorde de arrecadação.

Mais do que bater recorde de arrecadação, o evento deste ano, bateu recorde de envolvimento, com centenas de voluntários abraçando a causa, desde o momento da arrecadação dos donativos até o encerramento, no dia de ontem.

Muitos são os envolvidos, mas em especial, a se destacar, a participação da leiloeira, Alta Leilões, que além de doar a sua estrutura organizacional, todo ano é assim, mas neste ano, doou também o recinto para que o leilão fosse realizado. Parabéns a todos.

Mudando de assunto…

Tem um “novo golpe” sendo aplicado  por telefone e, pelo que se sabe, algumas pessoas andam caindo neste “conto”.  Um empresário nos procurou e contou como foi abordado, por telefone, pelos golpistas.

Uma pessoa ligou no estabelecimento (uma padaria) e fez uma encomenda, para entregar determinado produto em um endereço passado por ele, um “bolo de aniversário”, com algumas guloseimas, valor total, R$ 180,00 que seriam depositados na conta do empresário, isso tudo, à noite. No dia seguinte, a mesma pessoa ligou para o empresário, por volta de 7 horas da manhã dizendo que havia feito o depósito, mas por engano, mandou R$ 2.180,00, solicitando que lhe fosse transferido R$ 2.000,00 de volta, como estorno. “Em menos de meia hora, foram mais de 10 ligações”, contou, afirmando que não cedeu à pressão. Na conta, aparecia menção a um “depósito” de R$ 2.180,00, só que foi feito com “envelope vazio”. Se tivesse caído no conto, teria perdido R$ 2.000,00.

Apesar de não ter caído no conto, o empresário é vítima, mas preferiu não procurar a polícia já que acredita que seja um crime difícil de descobrir o autor, “deve ser gente de dentro das cadeias”, afirmou.

A história acima é verídica, o nome, é claro, não foi exposto, mas serve de alerta para mais este golpe que estão aplicando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top