terça-feira , julho 17 2018
              
Últimas Notícias
Capa / Artigos / Tiro e Queda – Quinta Feira

Tiro e Queda – Quinta Feira

O Plano de segurança aeroportuária de Alta Floresta passou por seu primeiro “teste de fogo” ontem a tarde… não, calma aí, não houve incêndio, mas a situação envolveu um clima quente, muita tensão e claro, muita competência por parte dos envolvidos.

Uma aeronave da empresa Azul Linhas Aéreas, que havia alçado voo na cidade de Campinas-SP, com destino à Manaus-AM, e que apenas passaria por cima de Alta Floresta, teve que descer no aeroporto local para atendimento de urgência a uma criança de 3 anos que viajava na companhia de sua avó. A criança teve um ataque epilético e recebeu os primeiros socorros ainda na aeronave. Quando aterrissou, uma equipe do Corpo de Bombeiros já aguardava em solo para levar a criança até o Hospital Regional Albert Sabin, onde já estava preparado o atendimento.

Graças a agilidade no atendimento, a criança nada teve de complicações, mas ficou em Alta Floresta para realizar os procedimentos de atendimento, enquanto a aeronave seguiu seu destino. As duas passageiras, a criança e a avó, serão alocadas em novo voo para seguir viagem à cidade para onde estavam indo.

O resultado deste “teste de fogo”, é positivo e isso, graças aos inúmeros procedimentos simulados que aconteceram no ano passado e que pode certo devem continuar ainda este ano, até porque, não dá para relaxar diante de tão gloriosa vitória que foi este atendimento real realizado ontem.

Mudando de assunto:

E ainda continuando na área da saúde, informações que vêm do Hospital Regional é que até a próxima sexta-feira devem ser pagos o 1é a próxima sexta-feira devem ser pagos o 13º salário dos técnicos de enfermagem e enfermeiros do Hospital Albert Sabin e dois repasses de tickts alimentação, o que deve afastar a possibilidade que havia sido aventada de uma paralisação no serviço do HRAS. A garantia é do assessor de imprensa do hospital em atenção á reportagem do O Diário. Apenas uma informação não bateu. Funcinários reclamam que há quatro repasses de tickts alimentação atrasados, mas a unidade afirma que são dois. De qualquer maneira, a solução, segundo apontaram sairá na sexta-feira.

A AMM – Associação Mato-grossense dos Municípios irá ingressar contra a liminar que suspendeu os efeitos da Lei 10.051/2014, que prevê o repasse de 50% dos recursos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) para os municípios. A medida foi anunciada na terça-feira (06) pelo presidente da AMM, Valdecir Luiz Colle, Chiquinho, juntamente com o prefeito de Nortelândia, Neurilan Fraga, que assumirá o comando da instituição em fevereiro. A liminar foi obtida pela Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja), alegando que o repasse causaria prejuízos para o estado.

 

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top