Capa / Alta Floresta / JANEIRO ROXO: Através de ‘atendimentos itinerantes’, Secretaria de Saúde oferece testes gratuitos para pré-diagnóstico da hanseníase

JANEIRO ROXO: Através de ‘atendimentos itinerantes’, Secretaria de Saúde oferece testes gratuitos para pré-diagnóstico da hanseníase

Bruno Felipe / Da Reportagem

Em alusão ao ‘Janeiro Roxo’, mês de conscientização sobre a prevenção e tratamento da hanseníase, a Secretaria Municipal de Saúde está promovendo um mutirão em alguns pontos do município para realizar uma espécie de ‘buscativa’ de pessoas que possam estar com a doença, fazendo uma avaliação através de testes de sensibilidade e em casos mais complicados, o paciente é encaminhado para o Centro de Hanseníase onde passará por uma avaliação mais detalhada.

Nesta quinta-feira, dia 23 de janeiro, o fisioterapeuta André de Brito e a Coordenadora do Centro de Hanseníase e Enfermeira Márcia realizaram o ‘mutirão’ no estacionamento do Del Moro Supermercados, onde aproveitaram a ‘quinta verde’, dia de maior fluxo no supermercado, para oferecer o atendimento gratuito. Os testes ocorrem de forma privada em uma tenda logo após a pessoa realizar um cadastro rápido e simples, por isso, para passar pelo atendimento o interessado precisa apresentar documentos pessoais e o cartão do SUS.

A ideia é promover esses ‘atendimentos itinerários’ por diversos pontos do município e não só no mês do ‘janeiro roxo’, mas também durante todo o ano. Lembrando que a hanseníase é uma doença crônica e atinge principalmente a pele e os nervos periféricos com capacidade de ocasionar lesões neurais e ainda diminui a sensibilidade da pele. Geralmente, o distúrbio ocasiona manchas esbranquiçadas em áreas como mãos, pés e olhos, mas também podem afetar o rosto, as orelhas, nádegas, braços, pernas e costas. A doença tem cura, porém exige tratamento prolongado para não desencadear problemas ao paciente ou a transmissão da bactéria para indivíduos de convívio próximo.

Ainda em consonância com o ‘Janeiro Roxo’, o Núcleo-Morhan (Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase), implantado no final do ano passado em Alta Floresta, núcleo este que tem a missão de possibilitar que a hanseníase seja compreendida na sociedade altaflorestense como uma doença normal, promoverá no próximo dia 26 de janeiro um Pedal com saída as 06h30 da Igreja Matriz. O objetivo do Pedal, segundo André, é a divulgação quanto a cura e prevenção da hanseníase gratuitamente através do SUS, além disso, de descontruir todo o estigma e preconceito existente na sociedade contra as pessoas que tem a doença.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top