Capa / Alta Floresta / UM POLVO DE AMOR: Projeto desenvolvido por estudantes de enfermagem da FADAF levará conforto e proteção aos recém-nascidos do Hospital Regional

UM POLVO DE AMOR: Projeto desenvolvido por estudantes de enfermagem da FADAF levará conforto e proteção aos recém-nascidos do Hospital Regional

Bruno Felipe / Da Reportagem

Os estudantes do 8º semestre de Enfermagem da Faculdade de Direito de Alta Floresta (FADAF/UNIFLOR) estão desenvolvendo desde o início do semestre o projeto ‘Um Polvo De Amor Para o Recém-Nascido’, que visa a humanização no atendimento dos recém-nascidos de baixo, médio e alto risco, do Hospital Regional, fornecendo um polvo de crochê como medida de conforto para auxiliar no processo de internação, uma vez que o contato mãe e filho pode estar restrito.

De acordo com a professora orientadora, Lucielle Lirio, o projeto garantirá mais estabilidade clínica e conforto para o recém‑nascido, sendo que o processo de doação poderá ainda promover um estímulo a instituição de saúde para o atendimento humanizado ao recém-nascido durante o período de internação. “O intuito era estimular eles na responsabilidade social, proporcionar algo aos neonatos que ficam na ECI neo. O projeto ‘um polvo de amor’ entra nesse contexto. Ele não é terapêutico, é reconhecido como brinquedo de berço, mas conforta os recém-nascidos que tem que ficar longe da mãe alguns dias”, disse a Prof. Lucielle, em entrevista para a reportagem do Jornal O Diário.

Conforme ela explicou para a reportagem, a princípio os alunos realizaram a busca de recursos para a doação desse item à ECI (Enfermaria de Cuidados Intensivos) do Hospital Regional de Alta Floresta, com o intuito de intensificar a responsabilidade social e estabelecer um elo entre a universidade e a instituição de saúde. Os alunos procuraram então parcerias com instituições do município de Alta Floresta, buscando a doação de recursos financeiros, materiais e mão de obra para a execução dos polvos de crochê. A receita do polvo de crochê é uma versão traduzida que se encontra disponível no site do projeto ‘The Danish Octo Project’, responsáveis pela sensibilização do ‘Projeto Polvo’ pelo mundo.

Segundo Lucielle, foram confeccionados 150 polvos, utilizando-se linhas 100% algodão de cores variadas, oito tentáculos com 20 a 22 cm de comprimento, preenchidos com fibra siliconada. Os polvos de crochê foram confeccionados por uma artesã do município e serão entregues pelos alunos no dia 27/11, totalmente esterilizados e higienizados, além de embalados conformes as normas e rotinas hospitalares para a desinfecção. “É um projeto enriquecedor para mim e que me ajudou a ter meu desenvolvimento na faculdade, foi muito importante, o quesito de humanização foi bem interessante. Nós como futuros enfermeiros temos que procurar aplicar métodos que venha a ajudar a acalmar esses recém-nascidos durante a estadia dentro da incubadora”, disse a aluna Raquel Medeiros, em entrevista para a reportagem do Jornal O Diário.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top