Capa / Alta Floresta / Quem é responsável pela retirada de árvores caídas no perímetro urbano de Alta Floresta?

Quem é responsável pela retirada de árvores caídas no perímetro urbano de Alta Floresta?

Bruno Felipe / Da Reportagem

A poda drástica de algumas árvores no perímetro urbano de Alta Floresta feita pela empresa ‘Energisa’ vem sendo bastante debatida por populares desde o início dos trabalhos, uma vez que os funcionários estão cortando as árvores quase pela metade e para muitas pessoas a paisagem não fica visualmente agradável aos olhos. A empresa chegou a ser notificada pela Direção Municipal de Meio Ambiente há cerca de um mês, mas a explicação dada na época era de que se o trabalho não fosse feito, pessoas poderiam até morrer se caso os galhos encostassem na rede elétrica. Em uma reunião entre a Direção, ficou assegurado que um técnico acompanharia o cronograma da empresa antes de realizarem o corte.

A reportagem do Jornal O Diário se deparou com uma árvore tombada, relativamente grande, com as raízes para fora e pendendo para o quintal de uma residência localizada na Rua A, e em contato com o Diretor de Meio Ambiente, Lucas Carvalho, ele disse que o proprietário já contatou a Direção para fazer a retirada da árvore. Para a reportagem do Jornal O Diário, Lucas disse que solicitou a empresa ‘Energisa’ para fazer a poda de alguns galhos que ficaram próximos de fios elétricos; o trabalho já foi realizado e atualmente aguarda-se apenas uma equipe da Secretaria de Gestão para fazer a retirada da árvore e limpeza do local.

A árvore tombada é da espécie ‘Munguba’, um tipo de árvore que fere o código de arborização, sendo que pela lei, a espécie é proibida para plantio, mas para cortar é necessário ter autorização por conta da necessidade de equipe técnica especializada que irá emitir um laudo do que deve ser feito. A queda desta árvore, segundo Lucas, foi provocada por fenômeno natural. Quando casos como o da Rua A acontecem, a responsabilidade é da prefeitura, onde o proprietário da residência precisa informar ao departamento responsável, que neste caso fica a cargo da direção de meio ambiente, e solicitar a retirada da árvore do local.

As pessoas que tem árvores plantadas dentro do quintal com galhos próximos da rede elétrica, também podem solicitar o auxílio da Direção de Meio Ambiente onde o departamento emitirá um laudo pedindo para que a empresa Energisa faça o serviço de manutenção para tira-la de perto da fiação. Lembrando que atualmente a Prefeitura Municipal não dispõe de equipe técnica para fazer a manutenção da poda de árvores. Lucas ressaltou que o serviço de poda é feito por uma empresa terceirizada contratada pela Energisa, onde é feito o recolhimento dos galhos e posteriormente são triturados. Segundo ele, a empresa está doando esse material triturado para o Instituto Centro de Vida (ICV) para utilizarem como adubo em projetos sociais.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top