Capa / Alta Floresta / PR voltará a ser PL; organização do partido em Mato Grosso começa por Alta Floresta

PR voltará a ser PL; organização do partido em Mato Grosso começa por Alta Floresta

ALTAIR NERY
Da Reportagem

 

Após reunião realizada na sexta-feira (08) em Brasília, com presenças dos presidentes estaduais, foi aprovada a mudança de nome, logomarca e formação partidária nos Estados e Municípios, do Partido da República (PR) que voltará a ser nominado como Partido Liberal (PL).

Outra decisão importante é que os Estados e Municípios terão até o dia 28 de junho para formar diretórios estaduais e municipais, através de eleições que deverão obedecer o estatuto do partido. O mandato dos diretórios inicialmente serão de um ano. Depois passarão a ser de dois anos.

O presidente do Diretório estadual, senador Wellington Fagundes, esteve presente à reunião e já começa a organizar o partido em todo o estado. Um dos primeiros contatos foi feito com o presidente do partido em Alta Floresta, empresário Edinho Paiva, um dos principais organizadores da campanha do então candidato a Governador por Mato grosso (Welington Fagundes) em 2018, aonde obteve 19,5% dos votos válidos. Fagundes ficou na segunda posição naquelas eleições.

Segundo Edinho Paiva, esse trabalho de reorganização do partido já visa as próximas eleições, “de olho em 2020”.

“Recebemos um posicionamento do partido e, com essa mudança, o PR voltará a se chamar PL. Faço um convite para todos os integrantes do partido para que venham conosco para somarmos e para que seja formado o diretório do PL agora de modo definitivo. Com essa mudança, o novo PL estará recebendo várias lideranças estaduais e nós aqui também vamos convidar lideranças que tenham interesse em fortalecer a democracia e que tenham o olhar de crescimento para formarmos um grande time por Alta Floresta”.

A reportagem do O Diário indagou sobre as pretensões do republicano (futuro liberal) em relação à disputar as próximas eleições, ele deixou em aberto a resposta, afirmando que o interesse no momento é pela organização do partido. “Meu nome sempre estará à disposição, passei por uma experiência de duas campanhas, apesar de não ter obtido o resultado que eu queria, eu consegui ampliar muito o meu conhecimento em relação aos problemas da cidade, porém, a minha cabeça agora está em organizar o partido, em apoiar os companheiros que queiram fazer algo em favor de Alta Floresta, que queriam tirar o município deste marasmo que estamos vivendo”, afirmou Edinho Paiva.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top