Capa / Alta Floresta / TIRO E QUEDA 07/11

TIRO E QUEDA 07/11

TIRO E QUEDA, por Altair Nery

Chefinho ficou bravo. Mandou recadinho pra mim que escrevi, na semana passada, sobre um diálogo que ouvi e que ele não tem como negar que falou. Falou,  tá falado. Pronto falei.

O presidente da Câmara, Emerson Machado, usou a Tribuna ontem, sem falar obviamente o nome “Jornal O Diário”, para dizer me dar uma ordem, “se você não tem notícia, fica quietinho, não fala bobeira não, não fala bobeira, não escreve no jornal não” e ainda emendou, “o jornal cai em descrédito”.

Já que Machado entende que pode dar pitaco no Jornal O Diário, vou explicar-lhe uma coisa, não está faltando matéria para o jornal, ao contrário, sobra e às vezes a gente tem dificuldade em encaixar tantas coisas boas que acontecem no município, a exemplo, ontem, da doação de terreno para a OAB pela família Arpini e JMD. Ocorre, senhor presidente, que O Tiro e Queda é uma coluna de opinião e como tal, expressa a opinião minha que é exposta diariamente aqui neste espaço. Não pretendo seguir suas ordens e “não falar bobeira”, principalmente se estas bobeiras (na tua visão politicamente caolha), alcançarem o objetivo, mostrar que Alta Floresta precisa começar a discutir nomes para futuramente serem disponibilizados eleitor como prefeito da cidade.

Uma pena, que o senhor, que é um pretenso candidato a prefeito, já comece a deslizar na maionese política, mudando lei em beneficio próprio, fazendo sessões esquisitas para ser eleito presidente, tendo votos obtidos (confessado pelo próprio) de modo nada republicano  e, posteriormente, ainda pondo a “faca na garganta” (politicamente falando, tá bom senhor presidente) para que o prefeito tome as suas posições como sendo dele.

Entenda, senhor presidente, O Tiro e Queda continuará com sua linha independente e não se arcará diante de candidatos a ditadores, que mandam, no máximo, no seu quintal, se é que mandam.

Aqui no Jornal ainda impera e continuará assim por um bom tempo, o direito à liberdade de expressão, aquela mesma que foi enaltecida ontem nas comemorações dos 30 danos da Constituição Federal.

Para quem não está entendendo nada do Tiro e Queda de hoje, deixo abaixo o trecho da fala IMPOSTITIVA do “todo poderoso” de Alta Floresta. Quer que eu toque clarim? Vai lá. Tarararara…. com a palavra o excelentíssimo senhor presidente da Câmara de Alta Floresta, sua excelência, Emerson Machado:

“As vez a gente tem uma conversa informal, alguns, não todos, alguns aí pegam aquela conversa, que a gente teve uma conversa informal, já fala que o vereador vai fazer aquilo, vai fazer aquilo, meu amigo, se você não tem notícia, fica quietinho, não fala bobeira não, não fala bobeira, não escreve no jornal não, o jornal cai em descrédito. Na próxima aqui vou acabar falando, não tenho problema de maneira nenhuma se jornal vai ficar contra mim, se vai ficar a favor de mim, eu não nasci dentro de jornal, primeiro mandato meu, todo mundo era contra eu e eu me… não, o que é certo eu vou falar.

PS: Não me contive. Parte final do discurso: “eu não nasci dentro de jornal, primeiro mandato meu, todo mundo era contra eu e eu me… não, o que é certo eu vou falar”. Sabe estes pontinhos aí na fala dele?, foi uma engasgada. Se de fato ele falar o que é certo, vem aí um pedido de desculpas, mas não crio expectativas, só os fortes, verdadeiros e honestos sabem reconhecer a importância do agradecimento e do pedido de desculpas.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top