Capa / Artigos / Tiro e Queda – Mês de Dezembro

Tiro e Queda – Mês de Dezembro

Terça Feira, 16/12/2014 – 426 famílias começaram a receber ontem as escrituras de seus terrenos, que já ocupam há muitos anos (mais de 10, seguramente) em três bairros de Alta Floresta. Um em especial, Jardim das Oliveiras, que terá mais de 300 contemplados, será uma vitória sem igual do povo, e uma derrota acachapante da ex-prefeita Maria Izaura que, quando pode ajudar aquelas famílias, não quis, pois se tratava de terrenos doados pelo prefeito anterior, hoje deputado estadual, Romoaldo Junior, seu maior desafeto político.

As pessoas que moram há mais de 10 anos em Alta Floresta, que tenham boa memória, irão se lembrar de uma atitude, no último ano do então prefeito Romoaldo, quando várias famílias foram beneficiadas com terrenos, à época, no recém criado Jardim das Oliveiras. Faltava tudo, energia, asfalto, água, mas já era um primeiro passo.

No primeiro mês da administração da então prefeita Maria Izaura, depois de inúmeras tentativas de membros da diretoria da associação dos moradores, que não eram atendidos pela chefe do executivo, os moradores chegaram a organizar uma passeata até a frente da sede da prefeitura. A partir de então aqueles moradores passariam a conhecer uma faceta de MIDA que muita gente insiste em não acreditar que existia, mas a história fala por si só.

Acostumada a “dar palestra em programa radiofônico da igreja”, falar mansinho e tentar se mostrar religiosa, MIDA falava no mesmo tom mansinho com as famílias, balançava a cabeça dizendo que iria resolver, mas nunca fez nada. Ludibriadas, as famílias acreditavam, mas nada acontecia. Como duvidar daquela senhora sexagenária, que as pessoas diziam que era boazinha, que lutava pelo social e que se elegeu para “ser diferente dos políticos tradicionais?”

O tempo passou, a inércia de MIDA foi deixando muita gente desanimada e incrédula de um dia ter sua escritura reconhecendo-os como verdadeiros donos dos terrenos, até que, há cerca de seis meses, o atual prefeito, em companhia com o deputado Romoaldo Junior, emitiram um termo de posse que dava ao possuidor do imóvel a chance de se tornar proprietário. No dia, houve até ação de vereadores contrários no bairro dizendo que se tratava de pura estratégia política e que não passava de um engodo. Não era…mas acredite, ainda assim, muitas pessoas duvidaram, talvez acreditando na contrainformação que havia sido repassada, de que tudo não passada de mais um engano. Pensa… o povo passou tanto tempo vendo MIDA balançar a cabeça positivamente, e não foram beneficiados, que qualquer pessoa que viesse até eles e dissesse que “agora vai”, não iriam acreditar mesmo…

… e o tempo provou que aquele discursozinho no espaço radiofônico da igreja católica, aquela voz mansinha e o balançar de cabeça nunca passaram de enganação.

Coube ao prefeito DrAsiel Bezerra, assinar a primeira das 426 escrituras, em uma cerimonia rápida e que foi acompanhada pela imprensa de Alta Floresta. Isso é história.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top