quinta-feira , julho 19 2018
              
Últimas Notícias
Capa / Artigos / Tiro e Queda

Tiro e Queda

Um problema recorrente em escolas públicas do Brasil inteiro, começa a ser atacado de maneira mais incisiva a partir de hoje em nossa cidade, após iniciativa da Promotora de Justiça de Alta Floresta Dra Elide Manzini de Campos, a má utilização de aparelhos celulares pelos alunos. Atualmente, os aparelhos de celulares vêm com uma série de incrementos que deixam-no “turbinado”. São tantas facilidades que os aparelhos de hoje têm câmeras potentes tanto para fotos como para filmagens, podem ser utilizados como reprodutores de músicas e vídeos, além do acesso facilitado à internet. São tantas as vantagens que, se seu uso não for dosado, principalmente nas unidades escolares, poderá interferir negativamente no aprendizado do aluno. É uma tarefa difícil e requer a participação da comunidade escolar, principalmente de pais de alunos, uma vez que o MPE está fazendo a sua parte, ao “baixar” determinação no sentido de coibir o mau uso dos referidos aparelhos.

Mas o que é “mau uso”? Enquanto escrevia este texto fiz um teste, acessando as redes sociais para verificar se há registro de “brigas”  envolvendo alunos de Alta Floresta. No site youtube, que nem é o “point” do momento, tem lá uma série delas, todas filmadas por celulares e jogadas na rede mundial. E olha que atualmente a “galerinha” usa instagran, facebook e outros meios para propagar vídeos.

Ao utilizar o celular para “fazer o mal”, o aluno já está errado. Outro problema recorrente é que, se for “liberado”, qual aluno vai prestar a atenção nas aulas? Não tenha duvida nenhuma que ele irá preferir navegar pelas paginas do facebook do que prestar atenção na sala de aula. E um aluno em sala de aula navegando nas redes sociais, faz um estrago grande, afinal, ao ver uma postagem “interessante”, é natural que ele queira “compartilhar” com os seus colegas, logo, dispersão na sala de aula.

O assessor pedagógico de Alta Floresta, professor Carlos Alberto  Cardoso deu um prazo de 10 dias para que as escolas se adequem às novas determinações e que providenciem as mudanças necessárias. A partir de hoje, o uso de telefones celulares em sala de aula é terminantemente proibido. O uso de celulares só será permitido nos intervalos de aulas e no recreio, ainda assim o aluno deverá respeitar as condições da unidade escolar podendo até mesmo ter o seu celular “confiscado” e entregue somente, pela determinação ministerial, para os pais ou responsáveis pelo aluno que vier a infringir a determinação.

Na prática, se a ideia funcionar, e eu não tenho duvida que funcionará, será um avanço necessário e sensacional, e irá se transformar num instrumento para professores e também  aos pais de alunos, no sentido de mostrar a eles a necessidade de menos dependência dos telefones celulares. É um absurdo que hoje os jovens sejam tão dependentes da tecnologia, sei que é o tal do avanço da sociedade, mas é preciso dosar.

Mas, vou encerrar o Tiro e queda porque estão me chamando aqui no “zap zap”. #partiuteclar

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top