Capa / Alta Floresta / Diferença de preço entre Alta Floresta e Sinop é de 50 centavos; Para Cuiabá, aumenta quase 1 real o litro, PORQUE?

Diferença de preço entre Alta Floresta e Sinop é de 50 centavos; Para Cuiabá, aumenta quase 1 real o litro, PORQUE?

Bruno Felipe / Da Reportagem

Após o aumento da gasolina anunciado pelo Governo Federal recentemente muitos altaflorestenses optaram por trocar o combustível pelo etanol, visando maior economia. Com o aumento, somente em Alta Floresta, o preço por litro da gasolina chegou a até R$5,15. O preço chamou a atenção dos munícipes, pois o valor, em comparação com outros municípios do estado, está elevadíssimo. De acordo com a Agência Nacional do Petroleiro, Gás Natural e Biocombustível (ANP), na cidade de Sinop, por exemplo, o valor da gasolina por litro, registrado na semana passada, estava saindo por R$4,69. Na mesma data, postos em Alta Floresta já vendiam o litro da gasolina por R$5,15. Na capital Cuiabá, também na mesma data, alguns postos do grande centro vendiam o litro do combustível por R$4,29.

Procuramos o Procon de Alta Floresta para esclarecimentos sobre os possíveis preços considerados abusivos e a informação é de que neste ano, não houveram denúncias por parte dos consumidores de Alta Floresta relativas a preços abusivos. Em relação a isso, duas jurisprudências do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ/MT) datada em 2015, consideraram um limite de margem de lucro de 20% aos postos de combustíveis. Isso significa que os proprietários dos postos podem cobrar até 20% a mais do preço do litro comprado nas distribuidoras. Nos últimos dias, o Procon fiscalizou alguns postos de Alta Floresta e através do preço divulgado pela ANP, os fiscais fizeram uma espécie de confrontação com os valores cobrados nos postos do município e segundo eles, os preços estão sendo cobrados dentro da margem estabelecida.

Para evitar quaisquer problemas com postos de combustíveis, é importante estar atendo a alguns detalhes, como aconselha o Coordenador do Procon, Celço Ferreira. Segundo ele, é recomendado que o consumidor procure abastecer sempre no mesmo posto, pois facilita a identificação nos casos de alguma ocorrência; além de desconfiar de postos com preços muito baixos da média dos outros postos da região. É importante também o condutor sair do veículo para acompanhar o abastecimento, verificando se a bomba esta zerada tanto no valor como no volume. Além disso, ao abastecer o veículo o consumidor pode exigir que seja feito o teste de qualidade do combustível que está prestes a adquirir; quando exigido pelo consumidor, a responsabilidade da realização do teste do combustível é do fornecedor conforme portaria da ANP.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top