Capa / Alta Floresta / Tiro e Queda

Tiro e Queda

Tiro e QuedaA Câmara de Vereadores de Alta Floresta realizará na próxima sexta-feira, 04, uma sessão solene para entrega de Titulo de Cidadão Honorário altaflorestense para pessoas que se destacam na cidade em suas áreas. Confira a lista dos homenageados:

 

Aparecida Garcia Pacheco Gabriel, Elizier Moreno Bernal, Padre José Estevam de Paiva, Eliezo Lopes Carvalho, Décio Vilmar Kynast, Clecindo Del Moro, José Terto de Oliveira, Altair Aparecido da Silva, Antonio Alves de Carvalho e Fábio Rogério Benício dos Reis.

 

O horário marcado para a solenidade é as 19:30h no Plenário Vereador Arnaldo Corsino da Rocha.

 

Dentre os homenageados, professores, empresários, servidores públicos, cada qual, como já dito, destaque em sua área de atuação na sociedade, o que é muito bacana, poder homenagear as pessoas em vida.

 

Mudando de assunto

 

Surpreendeu ontem o anúncio de que, no ano que vem, nas eleições municipais, o Brasil, por conta de contingenciamento de recursos (falta de dinheiro) voltará a ter eleições manuais, ou seja, ao invés das urnas eletrônicas, voltaremos à “idade da pedra” com as eleições manuais.

 

O contingenciamento das despesas do governo federal, impedirá eleições eletrônicas, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 30. O valor estimado é de R$ 10 bilhões. A presidente Dilma Rousseff justifica a medida devido à não aprovação das  metas fiscais deste ano pelo Congresso Nacional.

 

Agora, pensa bem, muito se fala das eleições por meio de urnas eletrônicas, que não são seguras, que dá pra invadir, e coisa e tal.

 

Mas, e os votos manuais? Você já imaginou a infinidade de possibilidades de fraudes?

 

Fico até imaginando a escrutinação dos votos, aquele monte de fiscais próximo a uma mesa de apuração, cada um defendendo o seu candidato e, puxando a sardinha para o seu lado.

 

Os próprios apuradores, que são seres humanos, eleitores, têm suas preferências e, com certeza, não irá faltar os que farão de sua atribuição uma forma de tentar amealhar votos para os seus preferidos.

 

E a demora? Apuração começa, sei lá, por volta das 18 horas e vara noite adentro, quem sabe lá pela madrugada é que tenhamos um resultado “fiel”.

 

Aí, na era moderna que nós estamos, voltando a este “retrocesso” todo, alguém filma um único “erro” e pede a recontagem dos votos. E volta tudo de novo.

 

Caraca, moleque, o Brasil não merece isso.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top