quinta-feira , julho 19 2018
              
Últimas Notícias
Capa / Em Destaque / Tiro e queda: Política, é política, e vice e versa.

Tiro e queda: Política, é política, e vice e versa.

Tiro e Queda

Ontem, aqui no Jornal O Diário, relatamos a chegada de emulsão asfáltica que será utilizada para recuperar ruas asfaltadas de Alta Floresta e, cometemos um grave pecado.

Não, não esquecemos de nada, não informamos nada errado, não criamos problema algum para ninguém, aliás, criamos sim.

A lama asfáltica é uma parceria da prefeitura com o governo do estado (isso foi posto na matéria), o estado vai mandar um equipamento para cá (caminhão) e vários trabalhadores (devidamente citados na matéria) para fazer o trabalho. O município, este, irá custear (foi isso que o secretário disse) a mão de obra.

Procurando na publicidade oficial do governo, Pedro Taques, inclusive, coloca isso como um “programa seu”, afirmando que nenhum dos 141 municípios deixarão de ser atendidos.

Entao, qual o problema?

O problema é que na matéria eu não citei os nomes do vereador Tuti e do deputado Nininho e, resultado, o vereador tratou de “catracar” a assessoria da prefeitura pela matéria que foi publicada, chegou a pedir a cabeça de um dos repórteres, que explicou ao edil que a matéria é da linha editoria do Jornal, nada tem a ver com eles, não foram eles (os assessores) que escreverem e sim o Jornal.

Quase que nosso colega de imprensa fica sem o seu emprego porque o vereador ficou dodói.

O correto, é… A parceria é entre Governo e Município. O governo, conforme anunciado, vai atender a todos os 141 municípios, então não tem nada disso de intervenção de vereador, que pediu, porque não precisa.

Mas, para não deixar o Tuti tristinho, e pra não sermos nós a criarmos problemas para os profissionais da assessoria, então vou escrever, nas linhas abaixo, do jeito que o Tuti fica felizinho…

 

“Vereador Tuti traz lama asfáltica para Alta Floresta e vai atender todas as ruas de Alta Floresta. Ele, Tuti, já deu ordem para que o prefeito faça o serviço em determinadas ruas da cidade, inclusive, exigiu do presidente da Câmara, que todos os vereadores (colegas seus) façam continência diante da sua entrada no plenário nos dias das sessões, por conta do belíssimo trabalho que vem desempenhando através do facebook”.  Ficou bom Tutizinho?

Em tempo: Quanto ao deputado Nininho, a quem Tuti teria também exigido que aparecesse nas matérias, segundo o que nós apuramos, o equipamento que vem é de uma empresa contratada pelo estado e que pertence ao Deputado Nininho (ou alguém ligado à si). Ora, se é assim, se está ganhando dinheiro para fazer o serviço, não precisa de dividendos políticos, precisa? Só acho!

 

 

Sobre Kariny Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top