terça-feira , julho 17 2018
              
Últimas Notícias
Capa / Artigos / Tiro e Queda – Sexta Feira

Tiro e Queda – Sexta Feira

O Tribunal de Justiça indeferiu o recurso de agravo interposto pelo prefeito Asiel Bezerra contra seu afastamento do cargo desde o ultimo dia 3 de fevereiro. O TJ entende que a juíza Dra Milena Paro agiu de maneira correta ao afastar o prefeito, o que caiu como uma bomba para Asiel e para as pessoas que foram afetadas diretamente com as decisões tomadas pelo prefeito interino Ângelo Campos. Nós tentamos contato com Dr Asiel para que fizesse um comentário sobre a decisão, mas não conseguimos, no entanto assessores ligados à Asiel afirmaram que ele deve recorrer da decisão e, enquanto isto não acontece, deve continuar na capital reunindo-se com sua equipe jurídica para estudar detalhadamente o caso.

Se por um lado a notícia é ruim para Asiel Bezerra, pelo outro, vendo o ângulo de Angelo Campos, a notícia é muito boa.

Desde que assumiu, Ângelo tomou atitudes que geraram exonerações, junções de secretarias, mudanças de atitudes em relação a algumas pastas, mas, pelo menos até ontem, ainda existiam funcionários que ficavam “vendidos” sem saber como agir, uma vez que a volta de Asiel à prefeitura era dada como certa para esta semana. Como não aconteceu, Ângelo “ganha força” e suas decisões, ao certo, começarão a gerar mais efeito a partir de agora, pelo menos é a expectativa que ele vive desde ontem a tarde.

O prefeito interino tem feito algumas ações que visam aproximá-lo da Justiça. Ontem ele nos confidenciou que esteve no Fórum, em uma reunião com a juíza que atuou no caso, dra Milena, para apresentar o novo secretário José Luiz e, de maneira cordial, relatar as ações que tem tomado para resolver as questões de saúde.

Pela decisão que originou todo esse imbróglio, Ângelo tem 10 dias para cumprir a liminar que impôs que o município disponibilize médicos em todos os postos de saúde e que todos os médicos “picotem” ponto e trabalhem as 40 horas semanais, além a instalação dos relógios pontos, que já havia sido cumprido antes mesmo do afastamento do prefeito Asiel. Os dez dias “vencem” neste final de semana, no entanto, Ângelo pediu a dilação de prazo, aumentando para 30 dias para que cumpra as determinações. A decisão pela dilação de prazo, até pela forma amistosa como está sendo conduzida pelo prefeito em exercício, parece ser uma questão de tempo.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top