terça-feira , julho 17 2018
              
Últimas Notícias
Capa / Gerais / Tiro e Queda Sexta feira

Tiro e Queda Sexta feira

Ontem pela manhã o prefeito de Paranaíta, Tony Ruaffto recebeu uma belíssima noticia, a aprovação das suas contas de governo do exercício 2013, sem nenhuma ressalva, uma conquista e tanto para um “prefeito novato” e que não tem sido poupado por adversários políticos. A aprovação de contas “sem ressalvas” por parte do Tribunal de Contas é uma novidade histórica em Paranaíta. A Câmara de vereadores local, sob a presidência do vereador Rusdael Barbosa já havia na semana passada recebido o parecer de aprovação integral das contas, agora é a vez do prefeito Tony, que, sem duvida alguma, está de parabéns, ele sua equipe de trabalho.

Em Alta Floresta, até o momento, as contas da Câmara de Vereadores também foram aprovadas, novamente, sem ressalvas por parte do TCE. Quanto à prefeitura ainda não há informações.

Na região, o grande problema ocorreu na cidade de Carlinda, o prefeito Geraldo Ribeiro teve suas contas reprovadas pelo TCE, com aplicação de multas e recomendações.

Mudando de assunto:

A imprensa de Alta Floresta vai ter dificuldades a partir de agora para fazer a cobertura jornalística dos acontecimentos relacionados ao setor policial. Ainda não há uma posição oficial sobre os motivos, que devem ser apresentados hoje em uma reunião que acontecerá com o comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar.

Informações preliminares apontam que haveria uma determinação de superiores, ou mesmo do Ministério público quanto à restrição de informações dos boletins da polícia Militar. Ainda não dá para fazer nenhum comentário sobre o tema até que “as cartas” estejam todas na mesa, para que saibamos de onde partiu a restrição e com que objetivos, mas a verdade é que, a restrição, se acontecer mesmo, irá prejudicar a cobertura jornalística dos acontecimentos.

Abusos por parte da imprensa tem que ser combatidos da maneira adequada, seja por maior de uma ação judicial cabível, seja por meio de algum trabalho de (in) formação,  com dialogo e orientações. Se houve abusos, e me parece que de vez em quando acontecem abusos sim, estes devem ser tratados com a parte “abusadora” e não com o trancamento geral das informações.

Além do que, o setor policial sempre chamou a atenção das pessoas, principalmente àqueles que acompanham as programações radiofônicas em Alta Floresta. Temos duas emissoras de rádio, a Progresso e a Rádio Floresta AM, que têm um trabalho voltado para o jornalismo policial e todos os dias, os responsáveis pela coleta de informações, faziam plantão no Posto da PM em busca de informações para serem repassadas aos seus ouvintes que, todos os dias cedinho, corriam pro rádio para saber dos acontecimentos da noite anterior (principalmente). Agora não têm mais.

Mas, como disse, primeiro é preciso saber os motivos que levaram as autoridades a limitar este acesso á informação para aí então tecermos um comentário mais fundamentado. Mas que faz falta as noticias policiais, a isso faz mesmo!

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top