sábado , julho 21 2018
              
Últimas Notícias
Capa / Cidades / Tiro e Queda

Tiro e Queda

Amigos leitores do Tiro e Queda, você que acompanha dia a dia esta coluna, sabe muito bem da campanha que fizemos para que o altaflorestense votasse em candidatos de Alta Floresta, para que não perdêssemos a representação que tínhamos. O altaflorestense concentrou os votos em dois candidatos a estadual, Maria Izaura e Romoaldo Junior. Como a candidatura de MIDA era meio “caseira”, já que a maioria dos seus eleitores estão em Alta Floresta, no máximo em Carlinda e Paranaíta onde teve boa votação, era certo que ela teria dificuldade em se eleger.

E você sabe qual a diferença de votos que faltou para que MIDA saísse vitoriosa nas urnas? 300 votos. Isso mesmo, apenas 300 votos. Saturnino Masson teve 16.262 contra 15.962 de MIDA, ouseja e MIDA perdeu justamente para o Masson.

Mas aonde foram descarregados estes votos? Você sabe?

Não, não venham dizer que foi na abstenção, porque, os que se abstiveram, ou que votaram nulo ou em branco, na verdade, fizeram, porque quiseram, por não confiar neste sistema político falido que há no Brasil, onde nossos “empregados”, fazem o que querem, abusam da vontade de seus patrões e nada acontece com eles. Se fossem empregados poderiam ser dispensados à primeira besteira que fizessem. A própria MIDA, como prefeita de Alta Floresta, desviou mais de R$ 300.000,00 em merenda escolar e nada lhe aconteceu…. ainda… Terminou seu mandato, “mangando” d’eu, d’tu,d’ele, e de todas as pessoas que se insurgiam contra seus desmandos. Os puxas… bom, estes estão por aí destilando impropérios contra quem não for alinhado politicamente a eles…

Mas voltando a questão dos 300 votos que poderiam dar a ela a vaga, você sabe onde foram parar? Eu fiz uma pesquisa e descobri.

115 candidatos diferentes ao cargo de deputado estadual tiveram votos em Alta Floresta. Destes, vamos dizer que, 10 (to sendo bonzinho) tiveram campanha por aqui. O restante, bom, vou dizer alguns nomes daqui a pouquinho e você vai entender meu raciocínio.

Continuando a conta: destes 115, 32 candidatos obtiveram 1 voto cada, 13 obtiveram 2 votos, 6 obtiveram 3 votos, 7 obtiveram 4 votos, 5 obtiveram 5 votos, 1 obteve 7, 2 obtiveram 8 votos, 4 obtiveram 10 votos, 1 obteve 11 votos, 1 obteve 13 votos, 1 obteve 15 votos, 2 obtiveram 18 votos, 1 obteve 23 votos… dá pra seguir, mas aqui já é suficiente.

Só a soma destes votos que citei acima dá 320 votos, ou seja… esse negócio de votar em gente de fora, dá nisso, ficamos sem uma das cadeiras na Assembleia Legislativa.

Alta Floresta não mereceu ter perdido uma cadeira, mas, pensando bem, MIDA bem que mereceu, afinal, Alta Floresta tinha um candidato a deputado federal que fez exatamente 2.000 votos pela pura falta de apoio das lideranças de Alta Floresta. MIDA trouxe dois desconhecidos, o Sachetti, que se elegeu e o Tampinha, que ficou na suplência à deputado federal, ou seja, atrapalhou votos que poderiam ira para o candidato daqui… em tese, ao ver 115 pessoas diferentes (112 de fora), serem votadas (e atrapalharem sua eleição), MIDA provou do próprio veneno…

E os nomes? Só alguns, vê se você conhece. Mano Higor, Adilton Levante, Callai, Mazé, Kiko cafeeira, Carequinha, Baranjak, Caius Pistori, Carla da rede, Geraldo Leão, Matudjo Matuktire, Elizeu Mão Amiga, Marcrean Santos, e o que mais de chamou a atenção, MC Banana. Isso pra ficar só em alguns nomes de candidatos que tiveram votos aqui em Alta Floresta. Tá explicado porque perdemos uma cadeira na AL?

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top