Últimas Notícias

Conseg é inativado provisoriamente por falta de membros para preencher a presidência

CONSELHO (4)

O Conselho Comunitário de Segurança (Conseg -Alta Floresta) foi considerado inativo em uma reunião realizada nesta quarta-feira 29, na sede do 9º batalhão do comando regional da Policia Militar de Alta Floresta. O motivo desta decisão foi à falta de interessados para integrar as chapas concorrentes à presidência para o biênio 2018-2019, tendo em vista o término do mandato do atual presidente Lauriano Barella. A reunião foi realizada com a presença de autoridades policiais e lideranças comunitárias.

Atualmente seus integrantes são intitulados Membros Natos, como a Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Técnica, Bombeiro Militar e Guarda Municipal, que representam os órgãos do sistema de segurança no Conseg, sendo que não podem assumir cargos da diretoria necessitando da pré-disposição de membros da sociedade civil organizada para a formação de chapa, a reunião para a eleição foi adiada por diversas vezes até a manhã de ontem, onde foi optada pela inativação do conselho provisoriamente.

“A importância deste grupo é a união destas pessoas para definir os planejamentos da segurança que regem o município, então a participação é importante, pois trazendo para este grupo podemos discutir as sensibilidades do município”, destacou o agora ex-presidente.

O objetivo do Conseg é estreitar os laços do Sistema de Segurança Pública do Estado com a sociedade, facilitando o trabalho de patrulhamento ostensivo realizado pela Polícia Militar, assim como o trabalho de investigação da Polícia Civil. Dentro das atividades de interação entre a polícia e a comunidade, a proposta é promover palestras, fóruns, campanhas socioeducativas e de prevenção à violência, além de projetos para auxílio e melhor desempenho das forças policiais no município.

“O grupo atua nas principais deficiências que temos na questão da segurança, é interação entre os órgãos públicos, as cobranças aos órgãos públicos e a secretaria de segurança, principalmente nas ações que necessitam de pontualidade, por exemplo, nós tivemos uma campanha para a reorganização do sistema de visualização da polícia quando ela passava na rua, para tirar obstáculos onde os meliantes podiam se esconder, foi feita também a questão da iluminação pública, foi trabalhado também junto ao Detran para esvaziar o pátio onde não tínhamos mais espaço para a colocação de veículos, foi feita também uma colocação do plano de segurança de câmeras de monitoramento, a gente fez a questão do Centro de Detenção Provisória que já foi feito o projeto que o recurso já foi liberado e só falta por parte da prefeitura a liberação do terreno”, explicou Barella que destacou algumas das conquista do conselho até o momento. No próximo dia 13 de dezembro, será realizado uma reunião onde serão apresentados os fechamentos do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top