Últimas Notícias

Silvio entrega documentos com nomes e datas de pagamento de propina planilhas

Silvio CorreiaO ex-chefe de Gabinete Silvio Corrêa entregou planilhas referentes aos meses de maio, junho, julho e agosto de 2013 para comprovar pagamento de propina aos deputados estaduais daquela legislatura. Além dos nomes dos parlamentares, consta na papelada a data dos repasses financeiros.

As planilhas da propina estão anexadas à delação premiada do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), homologada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, no último dia 9.

Na lista de beneficiários da propina estão os deputados estaduais Wagner Ramos (PSD), Romoaldo Junior (PMDB), Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), Guilherme Maluf (PSDB), Zé Domingos Fraga (PSD), Pedro Satélite (PSD), Sebastião Rezende (PSC), Dilmar Dal Bosco (DEM), Baiano Filho (PSDB), Mauro Savi (PSB), Gilmar Fabris (PSD), os ex-deputados estaduais José Riva (sem partido), Antônio Azambuja (PP), Alexandre César (PT), Ademir Brunetto (PT), João Malheiros (PR), Airton Português (PSD), Walter Rabello (falecido), Luiz Marinho (PTB), Jota Barreto (PR), Teté Bezerra (PMDB).

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (PMDB), a prefeita de Juara Luciane Bezerra (PSB) e o deputado federal Ezequiel Fonseca (PP), que estavam na Assembleia à época, também estão nas planilhas.

O único parlamentar que não recebeu propina foi o deputado estadual Zeca Viana (PDT). No entanto, Silvio declara em depoimento que o pedetista chegou a solicitar o pagamento, mas não foi beneficiado porque Romoaldo, que era líder do governo na Assembleia, não o incluiu na lista.

Silvio também diz que Romoaldo contava com a ajuda de outro parlamentar na elaboração da lista dos beneficiários da propina. O auxiliar seria Savi. Além disso, Silvio também justificou a ausência de Guilherme Maluf (PSDB) nas planilhas. Declarou que o tucano recebia a propina diretamente de Silval.

O acerto é que cada deputado estadual receberia R$ 600 mil divididos em 12 parcelas de R$ 50 mil. O dinheiro vinha de propina paga pelas empreiteiras responsáveis pela execução do MT Integrado, programa de pavimentação considerado como carro-chefe do Governo Silval.

Confira, abaixo, as planilhas entregues por Sílvio Corrêa.

  • Arquivo(s) anexado(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top