Capa / Alta Floresta / Após colisão, motocicletas pegam fogo e explodem em Alta Floresta

Após colisão, motocicletas pegam fogo e explodem em Alta Floresta

Bruno Felipe / Da Reportagem

O Corpo de Bombeiros Militar foi acionado no final da tarde da última sexta-feira (30), para atender um acidente envolvendo duas motocicletas. O acidente ocorreu na Avenida Júlio José Campos esquina com a Avenida Ariosto da Riva e ao chegar no local, os bombeiros se depararam com as duas motocicletas totalmente em chamas. De imediato os soldados começaram a apagar o fogo com o auxilio do caminhão ABTS. A reportagem do Jornal O Diário esteve no local momentos depois das chamas serem sanadas e foi possível verificar que ambas as motos ficaram totalmente destruídas com a ação do fogo.

De acordo com informações colhidas com algumas testemunhas, um dos condutores não teria obedecido a placa de pare e atravessou a preferencial, momento em que a colisão ocorreu. Segundo o Sargento Moraes do CB, algumas pessoas ainda tentaram apagar as chamas com extintores de incêndio, mas o fogo não sanou e o risco ficou iminente, sendo preciso se afastar das motocicletas. O tanque de combustível de ambas chegou a explodir e os estilhaços quase acertou um veículo que passava no exato momento, próximo ao local. “Se algum deles ficasse preso embaixo da moto praticamente teria queimaduras de grandes proporções”, explicou Moraes para a reportagem do Jornal O Diário.

De acordo com os bombeiros, o condutor da motocicleta Yamaha XTZ, de 57 anos, sofreu uma fratura em um dos braços e foi encaminhado ao Hospital Regional ficando sob cuidados médicos. Já o condutor da outra motocicleta (Honda CG) não sofreu nenhuma lesão. A reportagem apurou que o condutor da CG foi identificado como sendo um menor de 16 anos e devido a isto, foi encaminhado pelos policias até a Central de Operações da PM para as providências que o caso requer. O Sargento Jesus da PM disse em entrevista para a reportagem do Jornal O Diário que o menor infrator teria explicado que a motocicleta é de seu irmão e que foi busca-la em uma oficina para levar até ele. “Pelo impacto com certeza um dos dois estava correndo muito; felizmente não foi tão grave, pois só houve danos materiais, os condutores estão bem”, salientou Jesus. Ele ressaltou que muitos acidentes já ocorreram naquela mesma localidade, onde muitas vezes o sinal de pare acaba não sendo respeitado.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top