Capa / Alta Floresta / Tiro e Queda 30/11

Tiro e Queda 30/11

Tiro e Queda, por Altair Nery.

Nesta semana um grupo de pessoas de Alta Floresta criou um “grupo de pioneiros” pelo WhatsApp, com a finalidade de juntar pessoas que vieram no início da colonização. Me colocaram lá, o qual agradeço profundamente. A lei 1.579/2007, de autoria da vereadora Elisa Gomes, instituiu o dia do pioneiro como sendo o dia 25 de novembro e definiu que, pioneiro, é todo aquele que tenha chegado em Alta Floresta entre o dia 18 de dezembro de 1972 até 31 de dezembro de 1986. Sinto informar que cheguei na cidade quase três anos depois, logo, não sou pioneiro, mas não tive coragem de sair do grupo do qual participam pioneiros como Janete Barreto (hoje em Sinop), João Teixeira, que foi deputado Federal, Bea Finimundy, os irmãos Edemar e Edgar Savaris, a vice prefeita Néia Munhoz, o deputado Romoaldo Junior, o casal Tania e Francisco Faiad, Vilma Dresch, Mário Nishokawa, Dalva Lelis, Rodrigo Arpini, Nasser Auada, Deisy Boroviec, Massarico, Wilson Cristiano, dentre tantos outros. É maravilhoso ver fotos antigas, recordar histórias (muitas delas participei de 89 pra cá) e pode rever alguns amigos de longuíssima data.

A internet, os grupos de whatsApp, que normalmente são “mal utilizados”, neste caso, alcançou de modo significativo o seu objetivo, unir “de novo” velhos amigos, aproximar histórias e dar a oportunidade de revivermos belos momentos. Vale a pena este saudosismo todo e, claro, faço questão de registrar aqui o quão importante é este grupo, que não se acabe, que reúna mais pessoas, que integre ainda mais, aproximando gente que já não está morando mais aqui, mas que fizeram parte de modo glorioso da história de Alta Floresta, afinal, uma cidade que não reverencia seu passado, pode não ser digna de um grande futuro.

E por falar em passado, já que hoje bateu o saudosismo, quem viveu Alta Floresta até os anos de 1996, deve se lembrar de um garoto que morava aqui com sua família, obviamente, e que encantava a todos com a sua voz forte, bela, bem postada e apontada como um futuro grande talento da música. Atualmente ele mora em Piracibaba, interior de São Paulo. Rodolfo Magalhaes participa hoje da final de um “reality show” que irá escolher a revelação Sertaneja de 2018 e que com certeza deve trilhar uma carreira maravilhosa daqui pra frente.

O programa vai ao ar as 19:30 na TV Aparecida e Rodolfo Magalhães, “altaflorestense” terá a torcida de muitos de seus amigos daquela época. Nós ficaremos na torcida. Bora torcer?

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top