Capa / Alta Floresta / Último dia de formação sobre Educação Inclusiva em Alta Floresta é marcado com apresentações dos educadores

Último dia de formação sobre Educação Inclusiva em Alta Floresta é marcado com apresentações dos educadores

Bruno Felipe / Da Reportagem

Foi realizado de 06 a 08 de agosto uma formação para os professores e gestores das unidades escolares que compreendem o polo educacional de Alta Floresta (Nova Canaã, Carlinda, Paranaíta, Nova Monte Verde, Nova Bandeirantes e Apiacás). De acordo com a formadora Zenilda Ribeiro, o curso ofertado servirá de fortalecimento aos professores que atuam nas salas de recurso para que eles possam orientar os outros educadores de sala comum, fazendo com que assim a inclusão possa de fato ocorrer “e os alunos com deficiência possam estar tendo a oportunidade de participar de todos os currículos com os outros alunos da instituição”, explicou ela.

A formação é promovida em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação e o Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica (Cefapro). O curso está sendo ofertado pelo Centro de Apoio e Suporte à Inclusão da Educação Especial (Casies). Conforme a psicóloga Ângela Alves explicou para a reportagem do Jornal O Diário, o Casies é um centro de referência da Educação Especial Inclusiva no Estado e oferece aos profissionais da Educação Básica uma formação continuada para atendimento aos alunos com necessidades educacionais especiais, integrando e articulando ações neste sentido.

Além disso, o centro oferta apoio psicopedagógico aos professores, as famílias dos alunos com necessidades educacionais especiais e também suporte técnico e pedagógico aos sistemas de ensino. A reportagem do Jornal O Diário acompanhou o último dia da etapa do curso onde os professores puderem expor e apresentar os projetos que produziram no decorrer da formação.

Marlúcia Araújo Macedo, professora há aproximadamente 20 anos, atualmente trabalha na sala de recursos da Escola Estadual Rui Barbosa e disse que a formação foi muito bem-vinda já que são muito os desafios encontrados no dia-a-dia dentro das instituições. “Essa formação veio encontrar aquilo que nós estávamos precisando na questão de formação, orientação, de trabalhos novos que as nossas colegas apresentaram, então ela está sendo assim de muitíssimo proveito”, disse Marlúcia em entrevista ao Jornal O Diário.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top