Capa / Alta Floresta / Mobilização da comunidade pode trazer curso de comunicação social novamente à Alta Floresta, diz legislador

Mobilização da comunidade pode trazer curso de comunicação social novamente à Alta Floresta, diz legislador

Bruno Felipe

O curso de comunicação social já foi realidade em Alta Floresta por meio da Universidade de Mato Grosso (Unemat) e na época, formou 25 estudantes habilitados em jornalismo. O curso foi conquistado através de uma intervenção de deputados estaduais, que reivindicaram o curso após organização dos profissionais comunicadores que atuam na região.

Em maio é comemorado em todo o mundo o mês da comunicação social. A reportagem do Jornal O Diário conversou com o comunicador, biólogo, estudante de direito e legislador, Mequiel Zacarias, afim de saber mais sobre a data comemorativa, sendo ele, um dos estudantes formados no curso ofertado em Alta Floresta “Apesar de eu não estar atuando de maneira direta, porque como estou no legislativo e fiz opção por fazer dedicação exclusiva, mas eu trabalho com a comunicação para falar do meu trabalho, então eu não deixo de viver o jornalismo nesse sentido”, disse Mequiel em entrevista ao Jornal O Diário.

O dia para celebrar a comunicação social é uma data móvel, sendo comemorada anualmente pela igreja católica e pelos profissionais que fazem parte da área. No Brasil, a Comunicação Social é representada pelos comunicólogos, que são os profissionais do Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Radio e TV e Relações Públicas. “Quando a gente pensa no dia da comunicação social a gente pensa na importância que tem isso na construção do processo, ainda mais hoje que a gente vive um processo de democratização bastante intenso da comunicação, onde hoje as pessoas podem até se portar como comunicadores sociais no ponto de vista profissional, porque comunicadores todos somos, mas daí a se profissionalizar existe uma lacuna significativa”, disse Mequiel.

Neste ano o tema “A verdade vos tornará livres” (Jo 8, 32). Notícias falsas e jornalismo de paz” foi escolhido pelo Papa Francisco para celebrar o Dia Mundial das Comunicações Sociais. Popularmente conhecidas como “fake news”, as notícias falsas constituem informações infundadas que contribuem para gerar e alimentar uma forte polarização das opiniões, explicou Mequiel, para ele a disseminação de informações ocorre de maneira descontrolada e as pessoas acabam não verificando as fontes de tais informações.

Sobre uma possível retomada do curso de comunicação social em Alta Floresta, Mequiel assente que a demanda continua, mas a vinda só será possível novamente se houver uma nova mobilização da sociedade. “Eu acho que é um curso extremamente interessante para Unemat ter, não é um curso que tem um custo tão alto para se manter do ponto de vista organizacional e equipamentos, mas como a gente não tem esse curso aqui, seria interessante estrategicamente a Unemat ter ele regular”, concluiu Mequiel.

Jornalismo

      Estudantes do primeiro curso de comunicação social em Alta Floresta

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top