Últimas Notícias

Dois homens invadem prefeitura de Nova Bandeirantes para “servicinho” e prédio é consumido pelas chamas

Da redação

cff15cd5-699c-4b58-9ad5-daced5050149

O prédio aonde funcionava a sede da prefeitura de Nova Bandeirantes foi totalmente consumido por um incêndio criminoso ocorrido na madrugada (3 horas) desta segunda-feira. Dois homens armados entraram no prédio, um encapuzado e o segundo com a cabeça acobertada pelo capacete, renderam o guarda, ordenando que ele deitasse no chão e atearam fogo dizendo que foram até o local para “fazer um servicinho”. O fogo começou pela contabilidade, aonde tinha muitos documentos, que foi rapidamente consumido pelo fogo.

A prefeitura era localizada na Avenida Comendador Luiz Meneghel, centro do município.

Segundo informações da assessoria de imprensa de Nova Bandeirantes, como a cidade não possui unidade do Corpo de Bombeiros, foi necessário utilizar caminhões pipas da prefeitura para tentar apagar as chamas.

Até o final da edição não havia nenhuma informação no sentido da prisão dos envolvidos no incêndio criminoso.

Há cerca de 10 dias, no dia 20 de setembro, foi deflagrada a Operação Loki em que policiais da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz), cumpriram 12 mandados de busca e apreensão em uma investigação de supostas fraudes, desvio de dinheiro e pagamentos ilegais.

A fraude, conforme a Defaz, teria a suposta participação de prestadores de serviços, funcionários públicos municipais e do atual prefeito de Nova Bandeirantes, Valdir Pereira dos Santos (PSB), conhecido como Rio Branco.

Após a operação, o prefeito teria contratado uma equipe para auditar as próprias contas e também os quatro anos da gestão anterior, que teve como prefeita a empresária Solange Kleidroro. A equipe de auditores, que é de Cuiabá, ainda não havia iniciado os trabalhos e deveria chegar nesta semana à cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top