Últimas Notícias

Faixa elevada ou botoeira; Trânsito estuda solução em frente à CEF

foto: ilustrativa

foto: ilustrativa

Desde a mudança das instalações para o novo prédio da Caixa Econômica Federal criou-se uma preocupação entre os moradores de Alta Floresta e usuários da agência bancária pelo pequeno espaço para estacionamento de veículos próximo ao bando e o risco aos que estacionam do outro lado da rua. Após analisadas as condições de risco apresentadas aos transeuntes, o setor de Trânsito, Transporte e Segurança do município iniciou a confecção de um projeto de faixa elevada para ser instalado no local, porém com o aumento de fluxo de veículos é estudada a colocação, alternativamente, de um ‘semáforo botoeira’.

Segundo a prefeitura, quando houve a instalação do novo prédio, na Avenida Ariosto Da Riva, não houve diálogo entre as partes para projetos quanto ao local de estacionamento.
A confirmação é do supervisor da pasta, Messias Araújo que ressaltou que a solução está sendo estudada e na próxima semana será decidida a medida a ser adotada.

“Essa questão vem há alguns meses, desde a instalação da nova Caixa Econômica, onde fizemos um estudo para a instalação da faixa elevada, mas já teve outra solicitação para que se reveja essa situação, haja vista que tem feriados sábados e domingos e se tem a possibilidade da gente colocar a botoeira, sabemos que tem o custo mais alto de se colocar”, destacou Messias.

Para a colocação da Faixa Elevada o município gastaria aproximadamente R$ 11.000,00 (onze mil reais) ela atualmente é uma mistura de lombada (ondulação transversal) na elevação e descida, com faixa de pedestre, pois possui a central plana e tem por finalidade permitir que o pedestre não necessite mudar o nível que se encontra o que facilita a mobilidade de pessoas com restrições físicas, crianças e idosos, cadeirantes, pois ao invés do ser humano ter que descer ao nível da pista e depois retornar ao da calçada é o veículo que se vê obrigado a diminuir a velocidade pelo obstáculo que é colocado a sua frente. Um exemplar no município foi colocado na avenida do setor F, em frente ao hospital e maternidade Santa Rita.

Já para a colocação da Botoeira seriam gastos aproximadamente R$ 30.000,00, porém ela tem a função de avisar o controlador que existe a demanda da travessia, ou seja, quando não acionada, não vai fechar o semáforo desnecessariamente. É acionada por contato seco, dando o pulso de informação ao controlador, em Alta Floresta já existe um deste tipo em frente à escola municipal professor Benjamin Padoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top