Últimas Notícias

Pimenta do Dia – Terça Feira

Na Moral, se Paulo Prado for escolhido por Pedro Taques à PGE (Procuradoria Geral do Estado), irá contrariar o pensamento da sociedade mato-grossense, representada no pedido enviado ao governador pela Ong Moral. Paulo Prado compõe a lista tríplice enviada ao governador Pedro Taques, ao lado de Vinicius Gahyva e Edmilson da Costa Pereira.

Paulo Prado teve seu nome citado em uma planilha da Operação Ararath, contendo os nomes de 47 membros do MPE, encabeçados por Prado e tendo a companhia do também promotor que já atuou em Alta Floresta Marcelo Vacchiano. A planilha foi encontrada pela PF na casa do ex-secretário de Fazenda, Eder Moraes. Para se defender, na época, Paulo Prado disse se tratar da venda de cartas de crédito para pagamentos de férias vencidas, as quais o Estado não teria condições de pagar.

Conforme trecho da carta aberta, “a entidade entende que as denúncias que envolveram o procurador Paulo Prado na Operação Ararath, não foram até agora esclarecidas, mesmo porque a Ong Moral propôs a abertura de uma investigação ao Conselho Superior do Ministério Público, mas este preferiu engavetar o pedido”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top