Capa / Alta Floresta / Através da Justiça do Trabalho, Rotary Clube de Alta Floresta doa nova viatura para a 7ª Cia do Corpo de Bombeiros

Através da Justiça do Trabalho, Rotary Clube de Alta Floresta doa nova viatura para a 7ª Cia do Corpo de Bombeiros

Bruno Felipe / Da Reportagem

A 7ª Companhia Independente do Corpo de Bombeiros Militar de Alta Floresta agora conta com mais uma ambulância de resgate para atender toda a população do município e região. A entrega da nova ambulância, doada pelo Rotary Clube de Alta Floresta, aconteceu na tarde de ontem (09/04), no Batalhão dos Bombeiros. Na ocasião, estiveram presentes diversas autoridades como a vice-prefeita Marineia Munhoz, o Diretor de Administração Institucional do Corpo de Bombeiros do estado de MT João Mainho, a Juíza Titular da Vara do Trabalho da Comarca de Alta Floresta Janice Scheneider, o Procurador Público do Ministério do Trabalho Marcel Bianchini, a Dra. Janaina Dezanett, juíza titular da Comarca de Alta Floresta e o Coronel BM, Alessandro Borges, Comandante Geral do Corpo de Bombeiros do estado de MT, além da imprensa local.

De acordo com o Coronel Alessandro, a nova unidade móvel possui tecnologia de última geração e trará maior conforto para o atendimento à toda a população, bem como maior agilidade nos trabalhos prestados pelos militares. “A área de resgate é a área que nós temos mais demanda, mais ocorrências para atender e uma viatura dessas otimiza os trabalhos, dá uma melhor qualidade de atendimento a sociedade e isso é muito importante, primamos pela qualidade do serviço e o bom atendimento para a comunidade”, disse o Coronel em entrevista para a reportagem do Jornal O Diário. A doação da nova ambulância foi realizada em parceria com o Ministério Público do Trabalho, através da Vara do Trabalho de Alta Floresta, sendo que os recursos são oriundos do Comitê Gestor Multi-Institucional da Justiça em Alta Floresta.

O Procurador Marcel explicou para a reportagem que se uma empresa descumpre diversas normas trabalhistas que geram uma repercussão social grande, existe uma condenação e ela é direcionada para que os valores sejam remanejados. “Essa verba não é do Ministério do Trabalho, ela é direcionada; a destinação para a comunidade é de extrema relevância em diversos setores, para a gente é muito importante”, disse ele em entrevista para a reportagem do Jornal O Diário. Vale ressaltar que além da unidade móvel, todos os equipamentos de salvamento e resgate que compõe a viatura também foram adquiridos graças a este recurso.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top