Capa / Alta Floresta / Conselho Municipal de Saúde emite nota de repudio contra Governo do MT devido as condições precárias do atendimento na POLITEC do município

Conselho Municipal de Saúde emite nota de repudio contra Governo do MT devido as condições precárias do atendimento na POLITEC do município

Bruno Felipe / Da Reportagem

O Conselho Municipal de Saúde (CMS) de Alta Floresta emitiu uma nota de repudio contra o Governo do Estado de Mato Grosso devido ao mal funcionamento e atendimento prestado pela Polícia de Identificação Técnica de Alta Floresta (POLITEC-AF). De acordo com a presidente do CMS Lenir G. de Souza, muitos conselheiros têm acompanhado a situação de familiares que perdem seus entes queridos, principalmente em acidentes graves, mas que sempre precisam esperar por um longo período a liberação do corpo, devido à falta de profissionais capacitados dentro da unidade.

Segundo Lenir, houve casos onde familiares tiverem que aguardar mais de dois dias para poder velar o ente. Além disso, na maioria das vezes, o corpo precisa ser transladado para o município de Sinop para que os profissionais de necropsia possam atestar a causa da morte, além de efetuar exames adicionais. “Estamos nos mobilizando para fazer o que for possível para poder sanar isso e contribuir com os munícipes de Alta Floresta e região que depende do serviço”, disse Lenir em entrevista para a reportagem do Jornal O Diário.

Em reunião realizada com os 16 membros, o Conselho decidiu então emitir a nota de repudio para que o Governo do Estado possa resolver o problema. “É desumano que famílias destroçadas após uma tragédia tão devastadora tenham que ser submetidas à inercia do governo estadual, que deveria garantir o atendimento público pronto e de qualidade” diz trecho da nota. Lenir ressaltou que o objetivo não é apenas sensibilizar o governo, mas sim os demais poderes públicos para que em união possam colaborar para que o problema na unidade se resolva imediatamente. Confira abaixo a nota na integra:

NOTA DE REPÚDIO

O Conselho Municipal de Saúde de Alta Floresta vem repudiar veemente a inércia do governo do estado de Mato Grosso, no tocante ao funcionamento da POLITEC de Alta Floresta no atendimento pericial nos acidentes fatais ocorridos em nossa cidade.

A falta de pessoal técnico em número suficiente para atendimento das fatalidades ocorridas em nossa cidade tem demandado que necropsias sejam realizadas em outros municípios, inclusive na cidade de Sinop.

È desumano que famílias destroçadas após uma tragédia tão devastadora quanto a perda repentina de um ente querido de forma violente tenha que ser submetidas á inércia do governo estadual, que deveria garantir o atendimento público pronto e de qualidade, tenha optado por estrangular a POLITEC ao não promove-la do pessoal necessário para a realização das necropsias e demais trabalhos periciais.

Repudiamos essa inércia criminosa e irresponsável que tem causado tanto sofrimento ás famílias de nossa cidade, e exigimos como cidadãos mato-grossenses, que o governos estadual resolva essa situação, provendo a POLITEC de Alta Floresta de peritos recursos suficientes para o atendimento que a lei determina.

Registrada, publicada, cumpra-se

 

Alta Floresta, 17 de outubro de 2018.

 

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top