Capa / Alta Floresta / Vigilância Ambiental de Alta Floresta intensifica trabalhos no combate ao mosquito da dengue

Vigilância Ambiental de Alta Floresta intensifica trabalhos no combate ao mosquito da dengue

Bruno Felipe / Da Reportagem

Com o período das chuvas torrenciais se aproximando os trabalhos da Vigilância Ambiental de Alta Floresta no combate a proliferação do mosquito Aedes Aegypti estão se intensificando desde o começo da semana passada. O mosquito, transmissor da dengue e febre amarela, está bem adaptado a zonas urbanas, mais precisamente nos domicílios, onde consegue reproduzir-se e pôr os seus ovos em pequenas quantidades de água limpa e parada. De acordo com o coordenador da vigilância José Dias, a equipe de campo trabalha com as visitas domiciliar, onde orientam as pessoas e eliminam possíveis focos, como tampar as caixas d’águas e foças. “Como a doença não tem medicamento especifico, então temos que trabalhar em cima de sintomas para tentar controlar o vetor, mas já temos várias notificações”, informou José em entrevista para a reportagem do Jornal O Diário.

Segundo ele, a cada 40 dias um agente passa nas residências dos moradores para fazer o trabalho de orientação e eventuais notificações. José disse que todos os dias a vigilância tem recebido algumas denúncias sobre foco e criadouros do mosquito da dengue. Nesses casos, o departamento faz a vistoria e posteriormente faz a borrifação no local com inseticida. Já que atualmente a equipe de funcionários está desfalcada, José pede a ajuda e colaboração da população para que estejam realizando denúncias quando encontrar focos ou criadouros do mosquito da dengue em algum local no município. Vale ressaltar que além do mosquito, a Vigilância tem intensificado o controle do vetor de doenças endêmicas como Malária, Leishmaniose e Chagas no município.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top