Capa / Alta Floresta / Falta de apoio do poder público afeta trabalho dos voluntários do grupo ‘Amamos Animais’ em Alta Floresta

Falta de apoio do poder público afeta trabalho dos voluntários do grupo ‘Amamos Animais’ em Alta Floresta

Bruno Felipe / Da Reportagem

Em entrevista para a reportagem do Jornal O Diário uma das voluntárias do grupo ‘Amamos Animais’ de Alta Floresta, Leir Ribeiro, disse que o número de animais abandonados nas ruas do município cresceu consideravelmente nos últimos meses. Segundo ela, o fato pode estar vinculado à ação de alguns moradores da Zona Rural que muitas vezes vem até a Zona Urbana e abandonam os animais no perímetro. Leir comentou que a situação se torna desconfortante para alguns comerciantes, pois os animais de ruas, muitas vezes doentes, adentram nas lojas e/ou empresas. Conforme ela disse, está sendo quase impossível ter o controle efetivo desses animais. “Então vale a pena chamar a atenção do Poder Público, da Prefeitura, para ver o que iremos fazer em relação a isso, porque não está sendo pouco”, disse ela.

Leir ressaltou que a Prefeitura literalmente ‘fecha os olhos’ para a questão dos animais, principalmente com o grupo, já que até hoje nenhuma parceria foi firmada. “Precisamos de uma parceria maior, precisamos de parceiros empresários que possam ajudar na castração porque não é um problema que está pequeno”, disse Leir. “O grupo é um grupo de amigos e não temos um recurso, é nós que se ajudamos”, acrescentou ela. Além disso, Leir salientou que os vereadores também poderiam abraçar a causa para que os animais sejam castrados o quanto antes e os resgatados recebam tratamento. “Gente a causa animal tem crescido e precisávamos que alguém abraçasse junto com a gente essa causa, mudar essas leis dos maus tratos, para que a população se conscientizasse que isso é lei, o animal tem uma vida, então não é justo você negligenciar”, disse ela ressaltando que é preciso aumentar a punição para as pessoas que praticam maus tratos aos animais “quando mexe no bolso, a população se vira”, frisou ela.

No início da tarde desta quinta-feira 04, voluntários postaram na rede social Facebook que o grupo está precisando de 20 doses de vacina (v8 ou v10) para 20 filhotes que foram resgatados das ruas de Alta Floresta e atualmente estão precisando de um lar. A intensão do grupo é coloca-los para a adoção na próxima Feirinha de Adoção de cães e gatos que acontecerá no próximo dia 11 de outubro em frente a Agropet.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top