Capa / Alta Floresta / “SETEMBRO AMARELO”: Ação visando o incentivo a prevenção do suicídio é promovida em Alta Floresta

“SETEMBRO AMARELO”: Ação visando o incentivo a prevenção do suicídio é promovida em Alta Floresta

Bruno Felipe / Da Reportagem

Fazendo parte da programação do ‘Setembro Amarelo’ para a prevenção ao Suicídio, uma ação de conscientização foi realizada nesta quinta-feira 20, em conjunto a Integração das Redes de Apoio Municipal – NASF, CAPS, CRAS Conviver, CRAS Casa da Família, Conselho Tutelar, CREAS e Atenção Básica. A programação aconteceu em frente a UBS Santa Bárbara, localizada próxima à Praça Cívica e foi aberta ao público em geral.

De acordo com a coordenadora da Atenção Básica, Mara Lopes, o maior índice de suicídio em Alta Floresta corresponde a faixa etária acima dos 80 anos de idade; segundo ela, isso ocorre devido à muitos idosos se sentirem isolados e impossibilitados. Logo no início do evento houve a abordagem entre os presentes sobre o suicídio, mostrando quais os principais sintomas que devem ser observados para evitar que isso venha a ocorrer de fato. Logo após, as crianças atendidas pelas unidades assistenciais apresentaram números de dança para o público presente. Além disso, as crianças puderam expor frases motivacionais através de cartazes para o incentivo a prevenção do suicídio.

A demanda de casos de suicídios aumentou nos últimos meses em Alta Floresta e a ação se fez necessária para que toda a população pudesse saber dos serviços disponibilizados para quaisquer ajudas necessárias. “Se tem alguma pessoa em casa que está com uma certa solidão ou tristeza, busque apoio! Nós enquanto saúde, estamos aqui para ajudar; temos vários setores dentro da Secretaria que pode estar ajudando”, disse a Secretária interina de Saúde Roberta Cordeiro, em entrevista ao Jornal O Diário.  Ela salientou que o primeiro passo para alguém que necessita de ajuda é procurar uma Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência e os servidores da saúde irão encaminhar a pessoa para os setores responsáveis, podendo assim ser orientada e tratada por profissionais capacitados.

Ela ressaltou que é importante que a pessoa procure logo no início por ajuda especializada para que assim possa concluir o tratamento adequadamente. “Não deixa agravar, porque no início tudo se torna mais fácil”, disse Roberta. Segundo ela, atualmente o aumento da demanda vêm preocupando a secretaria devido aos poucos profissionais que atuam dentro da área.

Lembrando que as atividades serão reforçadas neste mês de setembro devido ao período da campanha, porém, a intensão de todos os servidores é de promover estas atividades de conscientização durante todo o ano. “É de grande valia e não vamos evidenciar apenar no tempo da campanha, mas sim constantemente, todos os dias”, ressaltou a secretária interina.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top