Capa / Alta Floresta / Noite memorável marca a oficialização do nome do Teatro e do Centro Cultural de Alta Floresta

Noite memorável marca a oficialização do nome do Teatro e do Centro Cultural de Alta Floresta

Bruno Felipe / Da Reportagem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Centro Cultural de Alta Floresta recebeu na última sexta-feira 31, a denominação de ‘Helena da Riva’, bem como o espaço do Teatro que a partir de então ficou denominado de ‘Teatro Agostinho Bizinoto’. A celebração contou com a presença de autoridades municipais como o Prefeito Asiel Bezerra e sua vice Marineia Munhoz, além disso, as cadeiras do teatro lotaram de munícipes que foram prestigiar a vida e obra de Agostinho Bizinoto, bem como homenagear a pioneira Helena da Riva. O momento foi de muita alegria para todos, inclusive para a vereadora Elisa Gomes, que além de viúva de Agostinho, também já foi atriz e uma das responsáveis pela criação da Lei para a denominação do Teatro do Centro Cultural. “Uma gratidão imensa a todas as pessoas que contribuíram para que hoje tivesse esse espaço com o nome de Agostinho Bizinoto; O que nós queríamos era isso, reunir os artistas e nessa noite todas as áreas estão todas aqui representadas”, disse Elisa em entrevista ao Jornal O Diário.

Para o Diretor de Cultura, Kauan Lima, a noite foi histórica e ficará registrada não somente para os altaflorestenses, mas para toda uma geração que acompanhou de perto o trabalho dos homenageados. “Uma noite memorável, as pessoas de todas as classes sociais comparecendo e os artistas todos empolgados, então estou muito feliz de ver todo mundo e quero agradecer a todos pelo apoio”, disse Kauan em entrevista ao Jornal O Diário. Além de diretor de cultura, Kauan também é artista e mostrou seu talento durante a cerimônia cantando uma musica que ele mesmo compôs sobre o amor ao próximo.

Após a revelação das placas com os nomes dos homenageados algumas apresentações artísticas encantaram o publico presente, incluindo desde declamações de poesias criadas por Agostinho, até a apresentação de um curto espetáculo escrito pelo mestre e promovido pelo Teatro Experimental de Alta Floresta (TEAF), este um dos momentos mais aguardados já que o TEAF foi também uma das criações de Agostinho. Kauan Lima ressaltou que a articulação da cultura continua com força total no município e ele deixou escapar que até o final do ano existe uma ideia de realizar um ‘Palco Livre’ para todos mostrar o seu talento através do Centro Cultural.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top