terça-feira , julho 17 2018
              
Últimas Notícias
Capa / Em Destaque / TIRO E QUEDA 06.07.2018

TIRO E QUEDA 06.07.2018

Se nossos políticos fossem sérios, se realmente respeitassem os eleitores, se realmente se importassem com a região e, principalmente, se sustentassem as palavras que dizem em ocasiões que eles mesmos criam, não estaríamos passando alguns perrengues que passamos normalmente.

O Tiro e Queda de hoje é especial para o senhor Marcelo, Secretário Estadual de Infraestrutura e para os senhores vice-governador  Carlos Fávaro e o governador Pedro Taques.

Não fomos nós, os moradores de Alta Floresta e região, que pedimos, exigimos, forçamos, seja lá a expressão que se queira usar, para que eles prometessem obras estruturais ao longo da MT 325, a estrada da Pista do Cabeça.

Ainda que este seja o nosso desejo, a nossa necessidade, a nossa vontade, foram eles que prometeram construir ao menos 6 pontes de concreto ao longo da rodovia. Prometeram mais, prometeram asfaltar  40 km de estrada sendo 20 de cá para lá e 20 de lá para cá (trecho entre Juara e Alta Floresta).

Quando eles vieram e prometeram, os políticos da cidade, principalmente aqueles que “vivem às custas” do governo, soltaram fogos, comemoraram como sendo uma conquista… essas outras coisas que a gente já conhece bem.

E não é que o Governo (principalmente os três acima citados) mais uma vez traiu a nossa população? Me faz lembrar aquela famosa frase dita há uns dois anos, “em 45 dias as UTIs do Hospital Regional estarão prontas”. Fanfarrão.

O resultado da promessa não cumprida dos três, é que as famílias moradoras ao longo da MT 325 estão novamente desamparadas e só não ficam isoladas porque ainda há uma possibilidade de transitar de um lado para o outro, só que o trecho é muito maior.

Em um prazo de menos de 10 dias, duas pontes ruíram, pois não aguentaram o peso de uma julieta carregada com madeira (os dois casos são semelhantes).

“A culpa é dos caminhoneiros”, diriam alguns.

Sério mesmo? Quando é que Alta Floresta será um polo produtor, uma região de fato produtiva, se os caminhões não conseguem passar por sobre as pontes, não conseguem transitar nas estradas, não conseguem ir de um lado para o outro e ainda assim são considerados culpados pelos problemas.

Isso é falta de respeito e responsabilidade do Governo que tem a obrigação de fazer, afinal, pelo que eu sei, se o povo não pagar os impostos, o nome vai pra Dívida Ativa. Nesta relação, nós, os “clientes” estamos cheios de obrigações, mas os direitos (que são oriundos das obrigações dos políticos) estes nós não conseguimos exercer, muito porque eles não cumprem com as suas obrigações.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top