Capa / Alta Floresta / Projetos inclusivos foram destaques do ‘Momento Literário’

Projetos inclusivos foram destaques do ‘Momento Literário’

Bruno Felipe / Da Reportagem

Momento Literário (1)A Secretaria Municipal de Educação promoveu na semana passada a ‘Semana Literária’ com uma programação especial que culminou com a realização do ‘Momento Literário’, na tarde do último sábado 16. Muitas pessoas fizeram-se presentes no pátio da Praça do Avião para prestigiar o evento que contou com a exposição de projetos literários das escolas municipais Aluizio de Azevedo, Castelo Branco, Ciranda da Terra, Paulo Cezar Leinig, Menino Jesus, Anjo da Guarda, Irmã Dulce, Trenzinho Mágico, Semente do Saber, Arte de Aprender, Nilo Procópio Peçanha, Geny Silverio, Domingas Mazzarello, Laura Vicunã, Paulo Pires, Principio da Sabedoria, Benjamin Padoa, Vicente Francisco, Jardim das Flores e Sonia Faleiro, além do Centro Educacional Especializado em deficiência Auditiva (CEEDA).

Na ocasião, diversas barracas foram montadas, expondo trabalhos desenvolvidos pelos próprios alunos das escolas, além de projetos educacionais voltados à literatura. A Escola Princípio da Sabedoria, localizada no Jardim das Araras, por exemplo, apresentou o projeto “O Fantástico Mundo da Leitura”, onde os alunos intensificaram os trabalhados voltados a três principais autores brasileiros, foram eles: Vinicius de Moraes, Rutch Rocha e Ana Maria Machado. Segundo a diretora da escola, Maria Jaqueline, são todos autores com obras de contos infantis, permitindo alcançar o aprendizado das crianças com uma maior predominância e intensidade.

“Esse movimento que a Secretaria está fazendo é de extrema importância para que a escola mostre a sua cara, mostre o seu trabalho, mostre que a educação infantil não é um cuidar somente de criança, mas um cuidar, educar e principalmente brincar”, disse a diretora em entrevista ao Jornal O Diário. Para ela, a poesia meche muito com o imaginário e com o sentimento das pessoas, mas esta se tornando cada vez mais escassa no país.

Momento Literário (5)Uma das barracas mais visitadas durante o evento foi a da Instituição CEEDA, que contou com a apresentação do projeto ‘Inclusão e Diversidade Literária’, onde foram expostos conteúdos pedagógicos tanto na linguagem de Libras quanto em Braile, com livros adaptados e conteúdo audiofonatórios. “Toda literatura que as escolas têm em tinta, nós temos ela na versão em Braile e na versão em Libras; então a gente traz tanto material comprado para as pessoas verem como ele é feito, e os nossos que são confeccionados também pelos próprios alunos”, explicou a diretora da instituição, Izanete Scinskas, em entrevista ao Jornal O Diário.

Momento Literário (9)

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top