Capa / Alta Floresta / Bombeiros alertam para uso de artefatos explosivos nas festas juninas

Bombeiros alertam para uso de artefatos explosivos nas festas juninas

Bruno Felipe / Da reportagem

Neste período em que ocorre as festas juninas e julinas entre os meses de junho e julho em todo o país, a 7ª Companhia do Corpo de Bombeiros Militar de Alta Floresta faz um alerta sobre o risco de queimaduras pelo manuseio de fogos de artificio, bombinhas, estalos e fogueiras.

Conforme o Tenente Reis explicou para a reportagem do Jornal O Diário, todos esses artefatos podem causar queimaduras e lesões graves, caso não sejam manuseados corretamente. Ele ressaltou que o risco de incêndio pelo armazenamento e direcionamento incorreto, como no caso de fogos de artificio, existe e é grande, por isso a orientação é que antes de tudo, deve-se realizar a compra dos produtos em locais seguros, que contenham o alvará do Corpo de Bombeiros, autorização do Exército para o determinado local fazer a revenda, além de selo do Inmetro autorizando a revenda.

Para evitar acidentes, o correto é armazenar o material em local seguro, longe de qualquer fonte de calor e não permitir o acesso a crianças. “Não estar próximo de botijão de gás, nem em local que venha a possuir alguma eletricidade, sempre estar longe de tomadas e nunca realizar carregamento de computadores ou celular em cima, porque ele pode estar esquentando e pode estar detonando o fogo de artificio dentro da residência da vítima”, salientou o Tenente em entrevista ao Jornal O Diário.

A queima de fogos, independente da classe de cada produto, deve ser realizada por pessoas acima de 18 anos e em local afastado, distante do público, casas e fiação de energia elétrica, além de sempre os solta-los em locais abertos “De preferência na rua e nunca direcionado na residência de alguém”, explicou ele.

No momento de soltar o artefato deve-se seguir estritamente o manual de instruções, não utilizando de outros métodos para realizar a soltura. “Você nunca pode colocar ali um cabo de vassoura como suporte, porque pode estar quebrando, pode cair e aí pode estar ferindo as pessoas”, disse o Tenente.

No caso específico de fogueiras, Reis lembra que é proibido atear fogo em área urbana em qualquer época do ano e para evitar punições ele afirma que o ideal é que o organizador da festa junina procure o órgão ambiental do município para saber como proceder em caso de fogueira tradicional. Além disso, deve-se ser feita longe de matas e de qualquer área vegetativa, para que não possa dispensar e perder o controle, se tornando um incêndio. “Tem que redobrar os cuidados, estamos no período de seca e aí todo cuidado é realmente pouco”, concluiu o Tenente.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top