quinta-feira , agosto 16 2018
              
Últimas Notícias
Capa / Agropecuária / Campanha de vacinação contra febre aftosa é prorrogada em MT; prazo vai até 15 de junho

Campanha de vacinação contra febre aftosa é prorrogada em MT; prazo vai até 15 de junho

Bruno Felipe
Da reportagem

combate_a_febre_aftosa_agenciabrasiliaO Ministério da Agricultura, por meio do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) prorrogou a etapa de vacinação contra a febre aftosa em todo o estado. A primeira etapa de 2018 iniciou no dia 01/05 e terminaria oficialmente na última quinta-feira (31/05), porém foi prorrogada até o dia 15/06. Os produtores deverão vacinar todo o rebanho bovino e bubalino, de mamando a caducando e o prazo para a comunicação foi estendido para até o dia 20 de junho.

De acordo com o responsável pela unidade do Indea em Alta Floresta, Anselmo Loose, a prorrogação ocorreu devido à greve dos caminhoneiros que afetou diversos serviços no país e os produtores, por falta de combustível, não conseguiram se descolar até a cidade para fazer a aquisição das vacinas. Ele ressaltou que no início da semana passada os veículos do órgão também permaneceram parados devido à falta de combustível. “É um transtorno que todo mundo passou e estamos a postos e pronto para atender ao produtor dentro da normalidade”, assentiu Anselmo em entrevista ao Jornal O Diário.

Nesta primeira etapa de 2018, cerca de 29 milhões de animais devem ser vacinados. Até a última semana, cerca de 55% das propriedades já haviam comunicado a vacinação no escritório do Indea de Alta Floresta, o que representa um total de 2.150 explorações. Segundo Anselmo, das propriedades que realizam a comunicação na unidade do município, faltam ainda 800 para realizar a comunicação. “Procure o Indea mais próximo de quem já fez a vacina e faça rapidamente a sua comunicação para evitar os transtornos de última hora”, explicou ele.

Após a imunização do rebanho, o produtor deve fazer a declaração da vacinação com a contagem dos animais por idade e sexo, juntamente da Nota Fiscal da compra das vacinas e apresentar no Indea do seu município, até o dia 20 de junho. A multa para quem deixar de vacinar o rebanho dentro do período da campanha é de 1 UPF (Unidade Padrão de Fiscal) por cabeça de gado não vacinado. A segunda fase da vacinação contra a febre aftosa irá acontecer no início de novembro, onde os animais de até dois anos deverão ser vacinados.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top