Capa / Alta Floresta / Sintep de Alta Floresta realiza audiência para articular reivindicações dos profissionais

Sintep de Alta Floresta realiza audiência para articular reivindicações dos profissionais

Bruno Felipe

O Sindicado dos trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), através da sua subsede em Alta Floresta, realizou na tarde desta quarta-feira 25, uma assembleia de caráter informativo, com a participação dos representantes das escolas municipais e estaduais de Alta Floresta e Conselho Municipal de Educação, com o objetivo de debater a recomposição salarial dos profissionais, além de escolher os representantes que participarão do Conselho de Representantes em Cuiabá no próximo final de semana. Na ocasião, foi debatido também a questão da data base da rede estadual, que neste ano está previsto para ocorrer a partir do dia 1° de maio. A data base é a data destinada a correção salarial e a discussão e revisão das condições de trabalho fixadas em acordo; é a ocasião que os trabalhadores buscam o reajuste salarial anual, manutenção de benefícios e obtenção de outros, como por exemplo horas extras com adicional superior ao de lei, adicional de turno, entre outros.

De acordo com a diretora da subsede do Sintep em Alta Floresta Ilmarli Teixeira, o governador Pedro Taques garantiu a dobra do poder de compra e a data base da educação conforme a lei aprovada. “Nós temos uma lei aprovada que é a lei 510, onde determina que nós tenhamos todos os anos o índice do INPC que é o chamado de RGA, e mais a dobra do poder de compra que hoje na rede estadual ela é de 7,69, então esse índice para 2018 o governo estabeleceu um patamar de 4,19; esperamos que esse índice seja cumprido e a dobra do poder de compra seja de fato efetivado, mas para isso estamos aguardando o mês de maio”, disse Ilmarli em entrevista ao Jornal O Diário.

Outro ponto debatido na assembleia foi a implementação do piso salarial dos profissionais da educação do ano de 2018. Segundo Ilmarli, o município pagou apenas o índice do INPC (2,07), mas a implementação do piso que é de 6,81, os trabalhadores de Alta Floresta não tiveram. Por conta disso, a diretoria do sindicato irá solicitar uma audiência com a prefeita interina Marineia Munhoz afim de sanar essas e outras questões debatidas na reunião. “Nós temos outros problemas, não só essa questão do piso, mas nós temos ai a questão da licença para qualificação profissional, nós temos a questão das licenças prêmios, nós temos uma série de fatores que estaremos discutindo e debatendo com a nova prefeita através de uma audiência que nós vamos solicitar”, disse Ilmarli.

Na assembleia desta quarta-feira, os profissionais discutiram também sobre a eleição para novos presidentes das subsedes espalhadas pelo estado e da sede em Cuiabá. O atual presidente do SINTEP-MT Henrique Lopes, ficará no cargo até dia 15 de junho. No dia 29 de julho, ocorrerá na capital do estado o ato de posse para os novos representantes. Nenhuma chapa da subsede de Alta Floresta foi definida, mas novas reuniões serão realizadas para a indicação de algum participante para a eleição.sintep 1

sintep 2

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top