Últimas Notícias

Operação ‘Tapa Buraco’ continua revitalizando principais avenidas de Alta Floresta

Bruno Felipe

tapa buraco - perimetralIniciada em dezembro de 2017, a ‘Operação Tapa Buraco’ já revitalizou muitas ruas do perímetro urbano de Alta Floresta. A operação foi realizada em duas etapas neste começo de ano, devido as intensas chuvas que caíram na região do extremo norte de Mato Grosso nos últimos meses. Em janeiro, a operação revitalizou as Avenidas Robson Silva, Ayrton Senna, Ariosto da Riva e as duas Avenidas Amazonas.

A Avenida Rogério Silva, que provocou revolta por parte dos moradores, devido a presença de muitos buracos em frente ao Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar de Alta Floresta, foi totalmente revitalizada, e os trabalhos foram concluídos na manhã desta segunda-feira 02. Segundo o Secretário Municipal de Infraestrutura Elói de Almeida, na tarde desta segunda-feira está previsto para acontecer a revitalização na Avenida Minas Gerais. Hoje, as expectativas são de realizar a reestruturação dos buracos na Avenida Robson Silva, segundo Elói, um dos pontos mais críticos da cidade atualmente.

De acordo com o secretário, os novos materiais para favorecer a durabilidade dos trabalhos, comprados na cidade de Sapezal-MT, não agradaram a secretaria por conta da dificuldade de aplicação. “Ele endurece muito rápido, antes de colocar na superfície, depois vou tirar do caminhão na picareta; Então não é um material fácil de manusear e demora demais”, disse Elói para o Jornal O Diário. Ele ressaltou que foram compradas cerca de 40 toneladas do produto e que ao acabar eles irão realizar a produção de um novo material no próprio município. “Até 19 de maio, aniversário da cidade, não terá mais nenhum buraco na cidade, vamos fechar tudo”, disse ele.

 

Comunidades Rurais Isoladas:

bueiro comunidade ouro verde (7)

Em relação aos moradores da comunidade Rio Verde e da Quinta Oeste, que desde a semana passada estavam isolados devido á queda das pontes naquelas localidades, o secretário informou que os moradores ainda estão ilhados, e a trafegabilidade daquele local está interditada. Os trabalhos ainda não foram concluídos, mas as expectativas são de realizar a nova construção da ponte nos próximos dias. Segundo ele, foi comprado madeiras de cerca de 13 metros de comprimento em uma fazenda da região de Alta Floresta para realizar um trabalho paliativo, afim de dar condições de passagem.

Os problemas nas comunidade rurais de alta Floresta vem se alavancando com o período de chuvas intensas. De acordo com o secretário, outras duas pontes cederam na comunidade Ourolanda e Pista do Cabeça neste domingo 01. “O engenheiro já foi lá fazer um levantamento para tirar coordenadas geográficas para trazer para cá para tomarmos as providencias”, disse o secretário ressaltando que será enviado maquinários para ajudar na reestruturação das pontes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top