Capa / Alta Floresta / Equipe do CEM-AF mobiliza campanha em prol ao menino Jetter, filho do popular ‘mandioca’

Equipe do CEM-AF mobiliza campanha em prol ao menino Jetter, filho do popular ‘mandioca’

Bruno Felipemenino jeter

A equipe de funcionários do Centro de Especialidades Médicas (CEM) de Alta Floresta, está promovendo uma campanha beneficente com o objetivo de arrecadar produtos de higiene básica para o menino Jetter, de apenas 2 anos, que se afogou no dia 09 de maio do ano passado, após cair acidentalmente na piscina infantil do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) de Alta Floresta. Jetter é filho de Cláudio Marcos Pinto, popularmente conhecido como “mandioca”. Atualmente o menino está internado na UTI do Pronto Socorro de Cuiabá, respirando com ajuda de aparelhos, após a realização de uma traqueostomia.

A mãe da criança esta atualmente na capital acompanhando o tratamento da criança, e Claudio, esta em Alta Floresta cuidando dos outros dois filhos do casal. Os pais não estão tendo uma rotina de trabalho regular, o que aumenta as despesas, tanto para manter o menino internado, quanto aos transportes para a capital. Inconformados com esta situação, a responsável pelo CEM Fernanda Maltezo, juntamente com o fisioterapeuta André de Brito, idealizaram uma campanha no intuito de ajudar nos princípios básicos para uma boa higiene do menino. “Nós nos colocamos nos lugares de Pais, da distância de querer estar perto, e de querer dar o mínimo de conforto para ele que esta numa situação dessas; E com essa sensibilização nós achamos uma maneira de tentar fazer o mínimo que seria usando o nosso ambiente de trabalho como um posto de arrecadação de coletas”, disse Fernanda para a reportagem do Jornal O Diário.

A princípio, a campanha está arrecadando lenços umedecidos, fraldas XXG, shampoos e sabonetes líquidos. Para quem deseja e possa realizar a doação de alguns destes produtos, o ponto de arrecadação fica no CEM, localizado na esquina da rua B-2, á esquerda. Fernanda ressaltou que esta buscando uma forma de ajudar financeiramente a causa, através de parceria junto a Secretaria de Administração. “É uma criança, não tem culpa de nada, eu acho que o que a gente conseguir fazer para estar ajudando a diminuir a dor desses pais, já vai estar fazendo muito coisa”, concluiu Fernanda.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top