segunda-feira , julho 16 2018
              
Últimas Notícias
Capa / Alta Floresta / Ex-secretário desmente denúncia de desvio de finalidade de verba para Umacaf e acusa falta de conhecimento em manuseio de dados

Ex-secretário desmente denúncia de desvio de finalidade de verba para Umacaf e acusa falta de conhecimento em manuseio de dados

ADonisO ex-secretário de Saúde de Alta Floresta, Adonis Pacheco Sampaio, que deixou o cargo no último dia 28, respondeu a denúncia feita pelo vice-presidente da Apae, Marcelo Webber, que alegou em entrevista à imprensa, ter havido desvio de finalidade de recursos da Unidade municipal multidisciplinar de atendimento à saúde de Alta Floresta – UMACAF. Adonis afirma que houve erro de interpretação dos números apresentados em seu relatório ao deixar a pasta.

“Cabe relatar que a pessoa que caluniosamente faz essa denúncia, ela é uma das pessoas que recebe por este centro de custo, então, o que temos que esclarecer é que o relatório que eu, ex-secretário Adonis Pacheco, deixo para os munícipes é fidedigno, ele relata a realidade da saúde e em momento algum tem desvio de função”, afirmou.

Segundo Adonis, no início do ano de 2017, o centro da Custo da Umacaf – Unidade Municipal Multidisciplinar de Atendimento à Saúde de Alta Floresta, tinha cinco funcionários que recebiam pela rubrica. Em julho, atendendo nota recomendatória do Ministério Público, o número foi reduzido para três (dois fisioterapeutas foram dispensados), sobrando, dentre os funcionários constantes na folha, o próprio denunciante, Marcelo Webber, que é funcionário público da Saúde e está cedido à Apae, “ficou no centro de custo desta folha de pagamento apenas três servidores e perfazem o valor a qual o denunciante relata e ele é um dos servidores que está neste centro de custo da folha da Umacaf, quero dizer que ele mesmo denuncia um desvio de finalidade sendo que ele está dentro do Centro de custo, eu acredito que por falta de esclarecimentos e de busca de informações, querendo fazer com que a situação se torne verdadeira, uma calúnia deste tamanho”, defendeu-se.

O secretário criticou um certo denuncismo em Alta Floresta, a que teve contato desde que assumiu a secretaria de saúde, uma espécie de ‘quanto pior melhor’, “desde que eu cheguei à Alta Floresta isso é normalidade aqui no município, as pessoas pegarem dados, interpretarem dados erroneamente e passam a caluniar os secretário que está na pasta, isso não só eu vivenciei, mas logicamente que o secretário que tomou posse vai vivenciar essa situação”, previu, “eles querem destruir o sistema da Saúde pública de Alta Floresta, que é um sistema que vive atualmente com um caos financeiro, mas que existem também servidores qualificados que podem também fazer levantar esse serviço aos usuários do sistema único de saúde no município, é muito humilhante saber que servidor público, que recebe pelo centro de custo da Umacaf, denuncia a própria instituição como se fosse improbidade administrativa, isso é uma coisa tão esdrúxula, que a pessoa tem que interpretar e ver o que é verdadeiro”, afirmou.

O ex-secretário Adonis Pacheco afirmou que irá analisar o caso e poderá tomar “medidas cabíveis” diante da denúncia apresentada, “eu passo a tomar as medidas cabíveis, pra que isso não possa ocorrer com meu nome, porque eu deixo o relatório verdadeiro que relata a situação da saúde, em momento algum escondi números e é uma realidade da saúde”, finalizou.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top