Últimas Notícias

Prefeito reúne sociedade, desmonta boatos e cria Comissão pró-aeroporto

materi capa

O prefeito Asiel Bezerra de Araújo convidou diversas entidades, clubes de serviços, profissionais liberais e lideranças religiosas para participarem na tarde desta quinta-feira, 15 de uma reunião para discutir sobre a “área de segurança” do aeroporto municipal e repassar informações e assim “corrigir” um boato de que o aeroporto de Alta Floresta estaria correndo o risco de ser excluído do programa de privatização proposto pelo governo federal. Nos últimos dias, uma série de postagens através de aplicativos de trocas de mensagens por celulares, afirmava que o aeroporto estava correndo este risco por causa das invasões.

“O aeroporto pertence a aeronáutica e estava sendo transferido pra SAC que é a Secretaria de Aviação Civil, estive em dezembro em Brasília, conversei com um Brigadeiro e ele me disse que nem adiantava nós conversarmos sobre este assunto, porque estava sendo transferido pra SAC, então dia 5 de março agora eu marquei uma audiência na SAC pra conversar sobre o assunto Aeroporto de Alta Floresta”, afirmou o prefeito Asiel Bezerra, que ainda anunciou que no dia 14 próximo uma equipe da ANAC estará em Alta Floresta para fazer uma vistoria na área de segurança, oportunidade em que será feita uma análise do órgão federal em torno da área de segurança.

A reunião acabou sendo produtiva sob vários os aspectos, principalmente porque os representantes de clubes de serviços entenderam a necessidade de maior participação em assuntos de relevante importância no município. O empresário Dercio Kynast, integrante do Rotary Clube, chegou a declarar durante a reunião que “o fuxico serviu para nos mostrar que precisamos participar mais”, seguido pelo ex-prefeito Vicente da Riva, que reconheceu que a sociedade precisa “colocar a canela para dividir”, momento em que surgiu a proposta de criar uma comissão “pró-aeroporto” que terá a incumbência de acompanhar pari passu as decisões em torno do nosso “cartão de vistas”. A primeira reunião da comissão já foi marcada para o dia 14, momento em que os membros da equipe da Anac serão convidados a participarem.

Para o médico Mário Nishikawa, que chegou a produzir uma carta pública demonstrando a preocupação com o risco de aeroporto ser excluído da privatização, disse ter ficado satisfeito com o resultado da reunião pelo fato de ter sido o início de uma mobilização das sociedade organizada “em defesa de uma causa comum que é a defesa do aeroporto de Alta Floresta e também de (município) Alta Floresta”, afirmou o médico que ampliou o poder da iniciativa popular, “acho que a população tem que arregaçar as mangas e ir à luta, somar forças com o poder público, senão não sai nada aqui mesmo”, afirmou.

Apesar de reconhecer os avanços, Nishikawa disse continuar preocupado, mesmo reconhecendo que não houve nenhum impulso oficial da parte do Governo Federal, “se for passado pra iniciativa privada, isso certamente a concessionaria vem, avalia, vê invasão e isso logicamente vai repercutir em termos de desvalorização desta área do aeroporto”, afirmou, explicando que o fato do aeroporto ser deficitário financeiramente, já que gasta em torno de R$ 250.000,00 e arrecada pouco mais de R$ 60.000,00, “nenhuma concessionária, tem desejo de concorrer, ganhar uma licitação pegando um aeroporto deficitário, isso é lógico”, analisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top