Últimas Notícias

Alta Floresta: Mãe deixa filhos sozinhos em casa e sai para beber, um deles com apenas 02 anos

Bruno Felipe

Um caso de abandono de incapaz foi registrado na noite desta quarta-feira 24, no bairro Jardim das Oliveiras em Alta Floresta. Uma mãe deixou seus filhos sozinhos em casa para ir a um bar beber, um deles de apenas 2 anos. A denúncia foi realizada por moradores daquela localidade, que ao notarem a negligência, acionaram o Conselho Tutelar.  Ao chegar ao local, o Conselho constatou a veracidade do fato, e encaminhou os menores para medidas protetivas.

A mãe negou o ocorrido, mas segundo o conselheiro tutelar José Andrade Alecrim “Em qualquer situação, seja a pessoa que vai para um bar ou um baile, ou até mesmo trabalhar, deixar as crianças sozinhas são negligências, e colocam as crianças em situações de risco”, disse ele, em entrevista para a reportagem do Jornal O Diário. Na ocasião, o Conselho Tutelar encontrou na casa um menino de apenas 2 anos de idade, uma menina de 11 e um adolescente de 14, sem nenhum acompanhante adulto. Eles foram recolhidos e deixados sob a responsabilidade de parentes, que se propuseram a cuidar dos menores.

Diante dos fatos, o Boletim de Ocorrências foi confeccionado para as providências que o caso requer. Alecrim ressalta que é atribuído ao Concelho apenas a realização da medida protetiva, fazendo o encaminhamento para os locais adequados. Quanto á uma negligência que leva lesão, envolve-se a polícia e outro caminho será seguido. Na ocorrência desta quarta-feira, a mãe foi orientada e o caso passa a ser investigado pela equipe técnica do Concelho Municipal.

De acordo com Alecrim, casos como esses são frequentes em Alta Floresta. Ele alerta para que a população continue denunciando junto ao Conselho os casos de negligência, pois com o registro, eles são identificados e os menores encaminhados para outros lares. “Trabalhamos 24 horas de plantão para atender qualquer denúncia ou de apoio ou de orientação, nós estamos á disposição da sociedade em geral”, finalizou o conselheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top