Últimas Notícias

Força Nacional é autorizada a desobstruir entrada da UJE São Manoel; empresa aceitou retomar diálogo com garimpeiros

FORÇA NACIONAL

Foto: Arquivo

Os garimpeiros que estavam bloqueando a entrada de trabalhadores na Usina São Manoel, desde domingo, 10, recuaram do movimento com uma “grande vitória”, segundo o presidente da Cooperalfa Cooperativa de Pequenos Mineradores de Ouro e Pedras Preciosas de Alta Floresta, Darcy Winter. Um comunicado enviado por email ao presidente da Cooperativa, marca para o dia 3 de janeiro de 2018 uma reunião que terá a participação, além da Cooperalfa, de um “membro do conselho da São Manoel, sr Aljan Machado”, como aponta o documento assinado pelo diretor da SM, Antonio Brasiliano. No mesmo momento, a Justiça Federal Murilo Fernandes, da 1ª Região de Sinop, autorizava o uso da Força Nacional, que já estava na região, para a desobstrução da estrada de acesso, que fica próximo à balsa do cajueiro. “Não é demais ressaltar que a intervenção deve se dar apenas com a força necessária para impedir eventual resistência”, apontava o documento.

Imagens enviadas à redação do Jornal O Diário, desde o canteiro de obras, mostrava a Força Nacional preparada para executar a ordem judicial, mas segundo informações de Darcy Winter, não houve a necessidade, dada a negociação aberta entre a Usina e a Cooperativa.

Segundo o email envaido pelo diretor Antonio Brasiliano ele pede que os garimpeiros pensem “com cabeça fria e muito carinho nesta proposta de retomada”, afirmando que não compensa a briga na justiça. O diretor da UHE São Manoel reconhece ter havido um “desgaste” em função do movimento. “Os senhores terão a oportunidade de falar diretamente, pela primeira vez, com um Membro do Conselho da São Manoel e aí a negociação torna-se direta”, afirma no documento. O presidente da Cooperalta comemorou a abertura de diálogo como uma vitória dos garimpeiros.

Os garimpeiros reclamam que, com o empreendimento, o nível da água subiu muito inviabilizando a atividade que é autorizada pelo DNPM – Departamento Nacional de Produção Mineral. O grupo tem a atividade legalizada desde 2010 através do DNPM com todas as licenças de Operação e Ambiental, contando ainda com a Permissão de Lavra Garimpeira (PLG), a Cooperalfa possui subsolo registrado para a exploração em toda a região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top