Últimas Notícias

Simpósio discute manejo de plantas daninhas

Simprósio

Alta Floresta sedia deste ontem 28, com encerramento previsto para hoje às 18:15h, o “II Simpósio Nacional sobre Plantas Daninhas em Sistemas de Produção Tropical”, e “V Simpósio Internacional Amazônico sobre Plantas Daninhas”, a organização é Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas e da Unemat (Universidade Estadual de Mato Grosso) com parcerias da UFMT, IFMT, EMBRAPA, a Secitec. A professora/doutora Ana Carolina Dias Guimarães preside o Simpósio e conversou com a reportagem do O Diário sobre o objetivo do evento.

“Discutir e difundir sobre manejo de plantas daninhas em pastagens, soja, milho e sistemas integrados. Esta é uma grande falha nossa, que nós temos, e a gente não pode menosprezar as plantas daninhas, se a gente não controlá-las, podemos ter um prejuízo de produção que pode chegar em torno de 80%”, afirmou à reportagem.

Para levar as informações aos participantes, foram organizadas discussões que têm como moderadores (palestrantes) de vários estados brasileiros. Vieram palestrantes do Acre, de São Paulo, além de técnicos de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Ana Carolina é agrônoma, mestre, doutora e pós-doutora na área de plantas daninhas e “quando ingressei na Unemat”, recebeu também um convite da sociedade brasileira de plantas de daninhas pra trazer o evento para a região. Ela, juntamente com colegas da instituição de ensino à qual faz parte, viram a oportunidade de expandir a informação fazendo chegar a um maior número de pessoas. O público do Simpósio, explica, é composto por estudantes de graduação, pós graduação, profissionais da área, produtores rurais, pecuaristas, e pessoas envolvidas na comercialização de produtos para o agronegócios.

“De imediato queremos trazer soluções para nossos produtores e pecuaristas, de como manejar esta planta daninha, quando manejar, qual produto é melhor para controlar, uma relação custo/beneficio deste sistema de controle”, explicou, informando que 70 trabalhos de pesquisa inscritos, com estudo da ciência da planta daninha, “esta contribuição que este trabalhos estão dando e o evento, vai ajudar muito aos produtores rurais e pecuaristas da cidade de Alta Floresta e região”, afirmou.

O evento da Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas, da Unemat e parceiros tem os apoios da “Dow AgroSciences”, através das empresas locais, Suprema e Alvorada, da Prefeitura de Alta Floresta, da Fortuna Nutrição, Sementes a Campo, Capes, Caleche Park Hotel, Sindicato Rural e CDL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top