Últimas Notícias

Dados da Setas apontam que Alta Floresta possui 48 moradores de rua

cursin

Mato Grosso tem quase 1 mil pessoas em situação de rua no Cadastro Único (CadÚnico). Os dados são da Secretaria de Estado de Assistência Social (Setas) que apontam que desse universo 542 recebem Bolsa Família. No Estado, duas cidades, Cuiabá e Rondonópolis, concentram 71% dessas pessoas em vulnerabilidade social. Alta Floresta possui 48 moradores de ruas cadastrados, mais do que a cidade de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá. Apesar dos dados registrados até o mês de maio desse ano, o número dos que vivem nas ruas em todo o Estado é bem maior, prova disso é que até junho foram registradas quase 3 mil abordagens a essa população. No ano passado 6.874 pessoas, entre moradores de ruas e migrantes, foram encaminhadas aos abrigos e albergues no Estado.

De acordo com o secretário-adjunto da Setas, José Rodrigues, as 977 são apenas as pessoas que aceitaram ser cadastradas, mas há também aquelas que não querem e, por isso, não estão nesse universo, e fica mais difícil se ter um número exato. Em 6 meses o número de abordagens realizadas no Estado para a população de rua chegou a 2.919. Desse total, 387 foram para idades de 0 a 17 anos.

Segundo Rodrigues, os dados demonstram que a maioria das pessoas que está na rua, está fora do cadastro e é maior de 18 anos. Ele lembra que nem sempre essas pessoas em situação rua têm dependência química ou são marginais como a maioria da sociedade pensa. Baseado nos dados da secretaria, o perfil dessa população é de pessoas que passaram por problemas familiares, como de convivência, separação, vícios, desemprego, abandono, o desajuste social, problemas psicológicos, entre outros, e acabam deixando suas casas. “Encontramos diversas situações nas ruas entre elas a droga, o vício, mas não são a regra”.

NÚMEROS – Cuiabá e Rondonópolis concentram 71% delas. Na capital são 384 enquanto em Rondonópolis 319 pessoas. Outros municípios com moradores de rua cadastrados são Sinop (65), Alta Floresta (48) e Campo Verde (30). Várzea Grande tem apenas 7 cadastrados. Assistência Social estima que existem cerca 600 pessoas em situação de rua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top