Últimas Notícias

Mulher é morta por ex; polícia investiga se motivo foi passional

GravidaKariny Santos/
da redação

Um homicídio com indícios de crime passional foi registrado no início da tarde desta segunda-feira (10) por volta de 14:30h, na Rua Azaleia no Bairro Jardim das Flores, em Alta Floresta, a vítima Aline Mazurek, 26 anos, grávida de 05 meses, foi assassinada com golpes de arma branca (faca) no pescoço aplicados por seu ex-companheiro Emerson Diego Pestana da Silva, 25 anos. O suspeito vai responder por homicídio, homicídio tentado (contra sua própria irmã que tentou intervir), aborto (o feto de cinco meses não resistiu), ameaças contra outros parentes e quebra de medida protetiva (já havia medida aplicada no dia 2 que restringia a presença dele perto da ex).

Conforme as informações repassadas pela PM, Emerson Diego Pestana da Silva, foi detido pela Força Tática da Polícia Militar juntamente com a guarnição da PM, momento após executar a vítima, o mesmo teria sido avistado por um militar que não estava em serviço e ao notar a atitude suspeita e o mesmo ensanguentado acionou uma guarnição que realizou a detenção. A motivação do crime seria “ciúmes” já que ambos estavam separados.

Segundo as informações repassadas por familiares da vitima, Aline possui uma filha de 05 anos com o autor e esperava outro bebê, (ela possui outra criança de 09 anos de outro relacionamento), na semana passada, dia 02, o casal já tinha tido um desentendimento, pois o suspeito teria agredido Aline e pego a filha sem sua autorização da mãe que temia pela sua vida e a vida da filha onde registrou um B.O e solicitou a medida protetiva.

Na tarde de ontem o suspeito invadiu a residência e tentou agredir a ex-companheira, com a chegada de sua irmã e a ameaça de acionamento da Polícia o mesmo tomou posse de uma faca e desferiu golpes contra a vítima, praticamente degolando a mesma, o suspeito tentou ainda esfaquear a irmã que conseguiu se defender com um cabo de enxada, a princípio o Corpo de Bombeiros foi acionado para socorrer a vitima, porém, ela já chegou ao Hospital Regional Albert Sabin sem vida.

Conforme a Irmã da vítima, Gislaine Aparecida Mazurek, 30 anos, sua própria irmã já acionou a PM diversas vezes por agressão tendo representado na última semana conseguindo uma medida protetiva que foi quebrada, “eu to revoltada porque no sábado passado eu vim aqui na casa da minha irmã, ela falou que o Diego tentou matar um menino chamado Anderson que é amigo do meu irmão, ai ele tentou matar ela então chamamos a polícia que veio e não resolveu nada, fez uma ronda, mas não achou ele e disse que teríamos que resolver isso ou iríamos esperar ele matar minha irmã, levei ela para minha casa lá na comunidade Novo Horizonte, no domingo ele apareceu na minha casa com uma moto entrou como se fosse dono da casa catou a menina filha dele e veio embora, tipo um sequestro, nós ligamos para a polícia e fomos na delegacia ficamos até a noite ela representou contra ele e aí a polícia disse que não deu flagrante e por isso não ia prender ele, era para ele ter ficado preso, eu estou revoltada, trouxe ela sexta porque ela não queria largar meu irmão sozinho e olha o que aconteceu ligaram no meu serviço me dizendo que ele tinha matado ela”, desabafou.

O suspeito já tem passagem pela polícia, inclusive por outros dois homicídios tendo como vítima Zicão e John Lennon, ambos os casos efetivados com arma branca. Conforme o Delegado municipal Vinicius de Assis Nazário, o suspeito foi encaminhado à delegacia municipal que segue investigando o caso, “o que nós sabemos é que existia um problema envolvendo a relação deles agora vamos apurar essas circunstâncias, se hoje ocorreu algo fora do comum, se tem algo relacionado com a convivência, se tem algo de fora, a princípio sabemos que a convivência não era harmônica, mas os motivos ainda vão ser apurados”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top