Últimas Notícias

Cansados da poeira, moradores trancam rua em manifestação

Fotos POEIRA (8)

Kariny Santos/
Da redação

Um manifesto de um grupo de moradores dos bairros Jardim Guaraná 1, 2 e Boa Esperança, nas proximidades da Avenida Robson Silva no chamado, “cemitério velho”, marcou a manhã desta segunda-feira (10). Em ato de protesto contra a prefeitura o grupo interditou as ruas com entulhos e exigem um posicionamento do poder público sobre o início dos trabalhos de molhagem das ruas e avenidas não pavimentadas, que neste ano está com um atraso considerável.

Conforme o morador e empresário, Antônio Alves, popular “Sardinha”, de 39 anos a exigência dos moradores é que de imediato seja iniciado os serviços de molhagem da Avenida e posteriormente uma negociação para a realização da pavimentação, até mesmo um asfalto comunitário, “a gente está há 16 anos aqui comendo poeira e lama, na chuva é lama e na seca é terra e toda vez na época das campanhas políticas a gente já fala que a única coisa que queremos é esse pedacinho de asfalto, são menos de 300 metros e ninguém nunca faz nada pela gente estamos abandonados toda a vida aqui, então vamos trancar aqui para ver se faz alguma coisa então enquanto não aguar ou asfaltar não vamos abrir aqui e vamos fechar mais ainda”, explicou o empresário que trabalha com funilaria e destaca a dificuldade de a realização dos serviços por conta da poeira.

A reportagem do Jornal O Diário apurou que nesta segunda-feira, 10, foi publicada a homologação da licitação que definiu a empresa que irá atuar na molhagem das ruas não pavimentadas. A contratação está na fase documental, que pode durar até três dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top