Últimas Notícias

FADAF: Atividade de Visita monitorada com Alunos da Faculdade de Direito à Delegacia Municipal e Cadeia Pública.

Acadêmicos do 7.º Curso de Direito da FADAF, no centro, de terno ProfessorProfessor Sidney da Silva Chaves – Departamento de Comunicação da FAF/FADAF

Dando continuidade ao Projeto Pedagógico que tem como objetivo oferecer aos acadêmicos a possibilidade de relacionar os conteúdo teóricos ministrados em sala de aula com a vivência prática das atividades do profissional do Direito, e em cumprimento ao cronograma do Estágio Simulado Supervisionado I (7º Semestre do Curso de Direito), do Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ), sob a coordenação do Prof. Mestrando Dakari Fernandes Tessmann, bem como em atenção às diretrizes do Curso de Direito sob a coordenação da Profa. Me. Ana Celia de Júlio, fora realizada nos dias 11 de abril e 05 de maio do corrente ano, visitas monitoradas pelo Prof. Me. Joel de Freitas, às instalações da Delegacia Municipal, bem como da Cadeia Pública de Alta Floresta.

Nessas visitas foram ofertadas aos alunos pela Dra. Ana Paula Reveles Carvalho, Delegada de Polícia Judiciária Civil, relevantes informações acerca das atividades realizadas pela equipe daquela Delegacia. Já o Sr. Laércio Campos (Aluno do 9º Semestre de Direito da FADAF e Diretor da Cadeia Pública), juntamente com sua equipe de Agentes, acompanhou a realização de um tour por algumas das dependências daquela cadeia. Hoje o presídio está ocupado por cerca de 190 reclusos, oriundos de Alta Floresta e outros municípios da região, como Nova Monte Verde, Paranaíta e Carlinda, as quais não possuem estabelecimentos prisionais.

cadeia

Foto meramente ilustrativa de um indivíduo no carcere

Nessas visitas realizadas, os acadêmicos e acadêmicas puderam ter uma noção da realidade vivenciada pela Polícia Judiciária, assim como a situação vivenciada dentro da Cadeia Pública do município. Tiveram ainda a oportunidade de vivenciar in loco uma mostra do que ocorre na maioria avassaladora do sistema carcerário brasileiro. Vivenciaram dados a respeito dos principais delitos cometidos, por exemplo, a reincidência. Além disso, tiveram conhecimento da criação e expansão das instalações daquela cadeia até o estágio atual.

Muitos estagiários possuíam pouca ou nenhuma noção sobre a realidade da Delegacia Municipal e da Cadeia Pública. “Esta atividade prática certamente enriquecerá o processo de formação desses futuros profissionais”, citou o professor. Joel de Freitas também destacou que “Após explanações realizadas pelas autoridades, agregaram mais um “tijolinho” na jornada acadêmica desses alunos e alunas, rumo a vida profissional, preparando-os para o futuro que os espera”.

Joel enalteceu as autoridades já mencionadas, pois “Prontamente receberam esses alunos e alunas, apresentando eloquentes informações, como demonstração de que a academia deve sim estar em contato com órgãos públicos e com a sociedade, pois, o Direito positivado deslocado da realidade perde o seu sentido, e não passam de letras jogadas sobre uma folha de papel”, agradeceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top