Últimas Notícias

Perícia do INSS identifica 264 recebendo auxílio-doença irregularmente em MT

INSSG1

Um pente-fino feito pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) identificou que 264 pessoas estavam recebendo auxílio-doença irregularmente, em Mato Grosso. O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, ao qual o INSS é ligado, informou que, ao todo, no estado, 9.578 benefícios de auxílio-doença serão revisados.

A maioria dos 264 trabalhadores teve o benefício cancelado porque já deveria ter retornado ao trabalho, mas continuava amparada pelo INSS. As irregularidades foram detectadas num universo de 295 perícias. Outras 91 pessoas tiveram o auxílio cancelado porque não compareceram à perícia médica.

Conforme o Ministério, foram economizados R$ 6,1 milhões com o cancelamento dos benefícios que estavam sendo pagos indevidamente no estado. No país, a economia foi de R$ 1,6 bilhão.

A revisão começou no ano passado com a Medida Provisória 739, que deveria ter se tornado lei em 120 dias, o que não ocorreu. Com isso, em janeiro deste ano, foi editada uma nova medida provisória que também trata da revisão do auxílio-doença, além da aposentadoria por invalidez paga aos que têm menos de 60 anos. Passam por perícia os benefícios que não tinham sido revisados há mais de dois anos.

Inicialmente, a revisão será feita apenas na lista dos beneficiados com auxílio-doença. Depois, quando terminar esse trabalho, será feita perícia na aposentadoria por invalidez. Em Mato Grosso, atualmente, 14.778 recebem aposentadoria por invalidez, de acordo com o órgão.

No ano passado, o INSS informou que foram identificadas falhas em oito de cada 10 auxílios-doença revisados. Em alguns casos, havia pessoas recebendo auxílio-doença há anos e trabalhando em dois lugares. Em sete meses, foram cancelados 43 mil benefícios irregulares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top